Indicação de vice pode gerar crise na chapa de Alfredo Gaspar de Mendonça
   4 de agosto de 2020   │     18:45  │  3

Nos preparativos das eleições de Maceió, o momento é de escolha dos vices. Dos 13 pré-candidatos postos até agora na disputa, apenas um parece ter definido o nome de seu companheiro de chapa. Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB), se o roteiro for cumprido, terá ao seu lado o presidente do Podemos em Alagoas, Tácio Melo .

O deputado federal JHC (PSB) vai receber a indicação do nome de uma mulher do PSDB, que será feita pela deputada federal Tereza Nelma e – salvo ‘intervenção’ de Rodrigo Cunha – terá que acatar ou abrir mão da aliança com os tucanos.

Outros dois pré-candidatos que despontam com chances de vitória tem vida mais fácil nesse quesito. Davi Davino Filho (PP) e Ronaldo Lessa (PDT) tem liberdade para escolherem o nome que quiserem de seus ou de outros partidos. Os demais candidatos, ao menos os que passarem das convenções, deverão ter correligionários como companheiros de chapa.

Único nome definido até agora, Tácio Melo pode levar uma dor de cabeça inesperada para a chapa de Alfredo Gaspar de Mendonça.

Uma dor de cabeça que o pré-candidato do MDB está disposto a enfrentar – e quanto antes se resolver melhor para o grupo segundo um interlocutor. Se depender de Gaspar, Melo será mesmo seu companheiro de chapa.

Fritura?

Indicado por Rui Palmeira, ele não terá vida fácil para se consolidar como vice do candidato do MDB. Desde que a escolha foi tornada pública pelo atual prefeito da capital, a ‘vidraça’ do presidente estadual do Podemos parece ter se tornado mais atrativa.

Críticas feitas no passado por Tácio ao senador Renan Calheiros e ao governador Renan Filho (ambos do MDB), devem pesar na avaliação do nome.

Nos últimos dias passaram a circular vídeos em que Tácio ataca os Renans em vários grupos de wattsapp.

Não é só. O indicado de Rui também enfrentaria resistências no grupo de Rui Palmeira.

Um exemplo é o posicionamento de Abraão Moura. A filha dele, a deputada estadual Cibele Moura (PSDB), declarou apoio a Davi Filho, um dos principais adversários de Gaspar.

E nesta terça-feira, a situação de Tácio se complicou. O deputado estadual Galba Novais, presidente do MDB em Maceió – que vai comandar a formalização da pré-candidatura de Alfredo Gaspar de Mendonça – fez duras críticas a gestão de Rui Palmeira, durante sessão na Assembleia Legislativa de Alagoas,

O ‘fogo amigo’ é um claro sinal de que pode vir crise por aí na chapa de Gaspar. Mas essa é outra história.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. cientista politico desde 1978

    Como já citei só falta duas vagas, para casa de Mario Guimarães. Eleito primeiro Turno e Segundo quem vir verá. JOÃO HENRIQUE CALDAS: JHC.. Vai ser gestor de Maceió por 4 anos.

  2. Santos

    Tácio Melo nunca foi o “preferido” de Alfredo Gaspar de Mendonça para ser seu vice, mas uma imposição do prefeito Rui Palmeira para ter seu apoio politico. Alias, se dependesse do Grupo de amigos de Gaspar, nem Rui, nem Renan participariam da campanha de Alfredo Gaspar e o escolhido para vice seria um nome sem antecedentes políticos partidários, sem nenhuma denúncia de corrupção ou algo que desabonasse seu nome. O nome preferido é de um maceioense, renomado profissional do direito, que já ocupou vários cargos no executivo e nunca se envolveu em falcatruas por onde passou. Além de ser da confiança e amigo pessoal de Alfredo Gaspar de Mendonça.

  3. Nivaldo

    O que esse tacio tem feito de tão importante para os alagoanos para ser vice de Alfredo Gaspar?
    Sem futuro esse vice

Comments are closed.