Novo decreto: Maceió fica na mesma, interior pode abrir bares, restaurantes e shoppings
   11 de agosto de 2020   │     23:02  │  0

O governador Renan Filho mudou a estratégia e pela primeira vez antecipou com praticamente uma semana de antecedência o novo decreto dentro do plano de distanciamento social controlado.

A partir de segunda-feira, 17, Maceió avança para a fase azul. Na prática não muda nada na capital. O que já estava liberado continua, apenas com ampliação de capacidade – o que nem de longe vem sendo respeitado em grande parte dos estabelecimentos.

A principal mudança será a evolução do interior para a fase amarela. Todos os municípios do Estado, exceto 21 cidades do serão que continuarão na fase laranja, poderão abrir ‘legalmente’ bares, restaurantes, galerias, shoppings e lojas com mais de 400m2.

O novo decreto mantém o serviço de transporte complementar com 50% da frota e as regras de higienização e de distanciamento social controlado.

Escolas, cinemas, teatros, eventos com aglomeração (a exemplo de shows) e museus seguem fechados. Esses serviços serão reabertos na próxima fase, que provavelmente começará em Maceió a partir da primeira segunda-feira de setembro e 15 dias depois no interior. Isso, claro, se o número de novos casos e de novos óbitos por Covid-19 permitirem.

De fora

O governador explicou em live porque o sertão permanece na fase laranja: “Temos um avanço em boa parte do interior do estado e na capital. O Médio e o Alto Sertão seguem ainda na fase laranja em virtude do espraiamento da doença para essas regiões. Nós achamos mais prudente observar essa parte do estado para evoluir à fase amarela mais adiante”.

As cidades que permanecem na fase laranja são integrantes da 9ª e da 10ª Região Sanitária: Água Branca, Canapi, Carneiros, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Inhapi, Mata Grande, Maravilha, Monteirópolis, Olho d’Água das Flores, Olivença, Olho d’Água do Casado, Ouro Branco, Palestina, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Santana do Ipanema, São José da Tapera e Senador Rui Palmeira.

Lembrando que na fase laranja podem funcionar serviços essenciais e todos os setores autorizados na Fase Vermelha; lojas ou estabelecimentos de rua com até 400 m² (quatrocentos metros quadrados); salões de beleza e barbearias; templos, igrejas e demais instituições religiosas, funcionando com 30% (trinta por cento de sua capacidade).

Amarela e azul

A fase azul permite, em Maceió, que bares, restaurantes, templos, igrejas, instituições religiosas em geral aumentem seu público para 75% do aforo total. Já as academias, clubes e centros de ginástica continuam operando com 50% da capacidade na capital alagoana. O transporte intermunicipal também permanece com os atuais 50% da frota. Todos os setores autorizados a funcionar devem obedecer às medidas previstas no Protocolo Sanitário do Estado.

No interior, os municípios que passam à fase amarela poderão abrir bares, restaurantes, shoppings centers, galerias, centros comerciais e congêneres com 50% da capacidade; transportes intermunicipais e turísticos também poderão operar com 50% da capacidade; templos e igrejas com ampliação para 60% do público; e fica permitida a abertura de lojas e estabelecimentos de rua acima de 400 m².