Previsão matemática na pandemia: alguém aí ainda duvida?
   24 de agosto de 2020   │     21:28  │  1

No dia 27 de maio deste ano Alagoas tinha 7.960 casos confirmados e 660 óbitos pelo novo coronavírus. Foi nesta data que trouxe a qui a previsão, a partir de modelos matemáticos, do Instituto de Métricas de Saúde e Avaliação (IHME), dos Estados Unidos, cujos estudos servem de referência para a Casa Branca.

Alguém aí lembra do título? “AL terá 1,8 mil mortes por Covid-19 até agosto, diz universidade dos EUA”.

A reação de alguns leitores foi, digamos, de incredulidade – para dizer o mínimo. Destaco aqui alguns comentários da notícia. “Esse Instituto é ligado a Rede Globo ?”, “Comunistas safados.”, “Pede os números da mega sena para ele ?”, “Esses analistas e cientistas todo dia vem com uma mensagem terrorista.”

Pois é. Agosto ainda não terminou e nesta segunda-feira (24), chegamos a 1.827 óbitos causados pela Covid-19.

Escrevo este texto não apenas para reforçar o acerto deste e de outros institutos, que a partir de modelos matemáticos conseguiram fazer previsões sobre número de casos e de mortes pelo novo coronavírus.

Parte destes óbitos poderiam ter sido evitados, especialmente se o isolamento social e os cuidados para evitar a transmissão do vírus tivessem sido mais respeitados.

Vale a pena ler de novo

Que tal reler o texto. Lá em links que podem ajudar a entender como a epidemia evoluiu e ainda pode evoluir. De resto, cabe reforçar: a pandemia ainda não acabou. Todos devemos permanecer cuidando para evitar novos contágios e novas mortes.

AL terá 1,8 mil mortes por Covid-19 até agosto, diz universidade dos EUA

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Interiorano

    Talvez, pelo fato de sempre gostar de Matemática, em momento algum eu duvidei! E ainda, estamos em tempos de pandemia! O ideal é que todos nós continuemos a nos cuidar (evitar aglomerações, utilizar álcool gel, utilizar máscaras e luvas se for o caso, etc.), pois, a grande probabilidade de se evitar mais mortes é só com a descoberta da vacina e a vacinação global em massa! E até lá, eu ainda continuo como venho comentando desde o início, “o menos ruim”, era que tudo funcionasse em escala tipo revezamento! Aí, se teria menos aglomerações nas ruas, no trabalho, nas igrejas, nas escolas, nos colégios, nas universidades, nos estádios de futebol!

Comments are closed.