Secretário descarta ‘lockdown’ em Alagoas após eleição
   13 de novembro de 2020   │     14:15  │  0

É mais do que um boato. Algumas pessoas espalham a “informação” de Alagoas dará um passo atrás – ou mais do que isso – no plano de distanciamento social controlado.

Nos últimos dias várias pessoas me perguntaram se “era verdade que o governo vai fechar tudo de novo” depois do dia 15 de novembro, em função da ameaça de uma segunda onda da pandemia em Alagoas.

Os números oficiais da pandemia não apontam para isso. Os novos casos confirmados e os óbitos por Covid-19 em Alagoas estão em queda de acordo as estatísticas das secretarias municipais e da Secretaria Estadual de Saúde.

Apesar disso, o secretário Alexandre Ayres admite que a circulação do novo coronavírus ainda é alta no Estado. E sim, existe a preocupação com o aumento do contágio em função das aglomerações crescentes – em parte (e grande) decorrente da campanha eleitoral.

Quanto a possibilidade de lockdown ele é taxativo. “Não existe no momento a menor possibilidade”, resume.

Ayres assegura que a rede de saúde, pública e privada, está atendendo todos os casos que vem sendo registrados nos últimos dias e pronta para um eventual aumento dos números.

“Existe pontualmente, em algumas cidades do interior, um crescimento dos casos. O vírus continua em circulação e é recomendável que todos sigam o plano de distanciamento social controlado. Mas seguimos com o planejamento para a retomada. Em dezembro tudo indica que poderemos evoluir para a fase verde e definir o funcionamento de todos as atividades e setores que ainda estão suspensos, a exemplo de cinemas e escolas”, pondera.