Asplana quer apoio do governo para reabrir usinas em Alagoas
   8 de fevereiro de 2021   │     19:48  │  1

A reabertura da Usina Uruba, em Atalaia, é um caso de sucesso na economia alagoana. A indústria pertence a massa falida da Laginha Agroindustrial S/A e poderia ter hoje o mesmo destino de outras duas unidades do Grupo João Lyra: um monte de maquinário sendo comido pela ferrugem, terras improdutivas ou invadidas. Esse é o cenário das usinas Guaxuma, em Coruripe e Laginha, em União dos Palmares hoje.

Mas não são apenas essas duas unidades existentes em Alagoas que estão fechadas e que podem ter o mesmo destino da Uruba, que passou a gerar emprego e renda na região onde está instalada. Hoje a usina é administrada pela Coopervales, uma cooperativa de fornecedores de cana, que tem base em Murici e região e conseguiu não só retomar a operação da indústria, mas também recuperou os canaviais que estavam abandonados pelo Grupo JL.

Se houver interesse de grupos industriais e apoio do governo, usinas que estão fechadas, a exemplo da Porto Alegre (Colônia Leopoldina), Roçadinho (São Miguel dos Campos) e Terra Nova (Pilar) podem ser reabertas.

A diretoria da Asplana avalia que no caso de Alagoas a reabertura de algumas unidades está amadurecida. O que faltaria, agora, seria a criação de um ambiente competitivo no Estado. “Emp Pernambuco várias usinas já foram reabertas com a criação de um incentivo específico. O que queremos é uma legislação semelhante. Isso possibilitaria a reabertura de no mínimo uma indústria”, aponta.

O que Pernambuco tem de diferente, segundo Edgar Filho, é um incentivo fiscal diferenciado apenas para a reabertura de unidades industriais que estão fechadas: “o incentivo assegura condição para o investimento na recuperação destas unidades e ao mesmo gera emprego e renda, beneficiando todo o Estado”, pondera Edgar Filho.

Pauta com a Sefaz-AL

Acompanhado de diretores da Asplana, Edgar participou de reunião com o secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, para apresentar a demanda ao governo. No encontro, o presidente da associação também apresentou outras propostas para a retomada da produção do setor canavieiro em Alagoas.

George Santoro registrou, nas redes sociais, a reunião com a Asplana: “Terminando a semana discutindo sobre o setor sucroalcooleiro. Recebi no gabinete representantes da Asplana Alagoas nesta sexta-feira. O assunto principal da reunião foi novos mecanismos de fomento para os plantadores de cana-de-açúcar do Estado. Além disso, outro tema abordado foi a possibilidade de reabertura de novas plantas industriais fechadas”.

Edgar Filho participa de reunião com George Santoro, acompanhado de diretores da Asplana

Versão oficial

Veja texto produzido pela assessoria da Asplana:

Fomento aos plantadores de cana foi tema de reunião entre Asplana e secretário George Santoro

Dirigentes da Associação dos Plantadores de Cana de Alagoas (Asplana) se reuniram nesta sexta-feira,5, com o secretário da Fazenda, George Santoro, para discutir mecanismos de fomentos para os plantadores de cana-de-açúcar do Estado.

O encontro, em tom propositivo para o setor sucroalcooleiro, foi considerado positivo tendo em vista a necessidade de recuperação do segmento em Alagoas. “A recuperação do setor passar pelo fortalecimento do trabalho do pequeno produtor ao mais tradicional. A Asplana cogitou a possibilidade de concessão de linhas de crédito ao pequeno produtor, solicitou sementes ao governo estadual e buscou soluções para o problema da irrigação nos canaviais”, informou Edgar Filho, presidente da Associação.

A abertura de plantas industriais fechadas também foi pauta do encontro entre a Asplana e secretário da Fazenda . “A Associação continua se movimentando, lutando pelo pequeno produtor de cana. A reabertura de unidades sucroalcooleiras poderá entrar nos planos de Alagoas para fortalecer seu setor”, acrescentou Edgar Filho.

O secretário George Santoro repercutiu a reunião em seu perfil do Instagram nesta sexta-feira,5. Em postagem, ele disse: “Terminando a semana discutindo sobre o setor sucroalcooleiro. Recebi no gabinete representantes da Asplana Alagoas nesta sexta-feira. O assunto principal da reunião foi novos mecanismos de fomento para os plantadores de cana de açúcar do Estado. Além disso, outro tema abordado foi a possibilidade de reabertura de novas plantas industriais fechadas”.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Rubens

    Olá! Estou pesquisando alguns coisas e vim parar aqui. Bom
    trabalho. Estava pesquisando plantas energéticas em casa,
    e vim parar aqui, muito foi legal.

Comments are closed.