Fase laranja ou vermelha? Novo decreto do governo sai na segunda
   11 de março de 2021   │     22:33  │  0

Na situação de hoje, Maceió iria para a fase vermelha do plano de distanciamento social controlado. De acordo com boletim de leitos de Covid-19 da Secretaria de Saúde de Alagoas, a ocupação geral das UTIs em todo o Estado subiu para 82%. Na capital, a taxa de ocupação é de 84%.

A ocupação de UTIs é recorde. Hoje são 254 leitos ocupados. No auge da primeira onda, em junho de 2020, a maior ocupação foi de 213 UTIs. Ainda assim a taxa de ocupação de UTIs de Alagoas (82%) é uma das menores do país e o Estado é um dos poucos sem “filas” da Covid-19 nos seus hospitais.

Os números , embora melhores do que outros Estados, revelam uma situação preocupante na rede de saúde em função do avanço da pandemia em Alagoas. Hoje a demanda é maior que a oferta de leitos, o que pode levar o governo a “endurecer” as medidas se continuar assim.

O que pode evitar que todo o Estado regrida para a fase vermelha, com restrições mais duras à circulação de pessoas? No momento só a capacidade do Estado de disponibilizar mais leitos para a Covid-19, principalmente de UTIs.

O novo decreto do governo sobre o plano de distanciamento social controlado deve sair, como já antecipou o governador Renan Filho ao blog, na próxima segunda-feira (15). Até lá a Sesau-AL trabalha para ampliar o número de leitos. A expectativa é fechar a semana com algo entre 40 e 70 novos leitos.

O secretário de Saúde, Alexandre Ayres, deve confirmar ainda nesta sexta-feira entre 20 e 30 novas UTIs, algumas disponibilizadas pela prefeitura de Maceió.

Se conseguir ampliar os leitos, a taxa de ocupação cai e a possibilidade de regressão para a fase vermelha na capital – e por tabela todo o Estado – diminui. Nesse cenário, a tendência seria de manutenção do quadro atual, com o agreste e sertão na fase vermelha e demais regiões na laranja.

Ocupação de leitos de Covid-19 em Alagoas

De acordo com o boletim da Sesau-Al desta quinta-feira,11, o Estado tem 1008 leitos exclusivos para a Covid-19. Destes, 730 estão ocupados, o que equivale a 72%. Desse total são 310 UTIs e 38 unidades intermediárias, totalizando 348 leitos com respiradores. Nesse caso (leito com respirador), a ocupação geral é de 78%

A taxa de ocupação de UTIs é a maior. Das 310, 254 estão ocupadas, o que equivale a 82%. No corte por região, Maceió tem 183 UTIs, com 153 ocupadas, correspondendo a 84% do total. No interior são 127 UTIs, das quais 101 estão ocupadas, uma taxa de 80%.

Veja aqui o boletim de ocupação de leitos de Covid-19 em Alagoas de 11 de março