“Bom senso” evitou medidas mais duras para a economia de AL, diz secretário
   16 de março de 2021   │     21:32  │  2

As medidas poderiam ter sido mais dura para o setor produtivo de Alagoas. Os casos confirmados do novo coronavírus avançam mais rapidamente agora. O risco da rede de saúde – privada e pública – colapsar é real.

No atual cenário da pandemia no Estado, a recomendação de especialistas da área médica seria o lockdown – e já a partir de hoje. Literalmente.

O governo optou por regredir para a fase vermelha, permitindo comércio aberto e aulas híbridas. O novo decreto começa a vigorar a partir da próxima sexta-feira.

O ajuste, novidade no plano de distanciamento social controlado de Alagoas, foi apontado como um “equilíbrio” entre a necessidade de salvar vidas, sem “matar” a economia pelo secretário Rafael Brito, de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

“Na guerra entre saúde e economia, venceu o bom senso”, aponta resume o secretário, que defendeu internamente um modelo que permitisse o funcionamento da maioria dos setores econômicos, mesmo com a adoção da fase vermelha.

“Medidas duras, mas extremamente necessárias. O mundo todo que prezou pela vida foi por esse caminho. Ninguém gostaria de estar aqui dando esse tipo de notícia ou fazendo esse tipo de declaração. Buscamos equilíbrio ao máximo em manter segmentos econômicos ainda funcionando. Precisamos de vacinação em massa para sair dessa crise, a sociedade deve cobrar a quem de direito a vacina o mais rápido possível. Só assim sairemos dessa loucura que tem afetado toda a humanidade”, reforça Brito.

Novo ritmo

Em relação a decretos anteriores, a maior surpresa foi o “tempo” que o governo deu para todos os setores atingido pelas medidas restritivas se adaptarem as mudanças. Continua como está até sexta-feira. As empresas terão até lá para organizar seu funcionamento pelos próximos 15 dias, pelo menos.

O cenário de endurecimento do plano de distanciamento social controlado em Alagoas deve ser mantido até 15 de abril. Tudo aponta para um quadro difícil na saúde, com possibilidade de colapso nas redes pública e privada se a velocidade de contágio continuar como está hoje.

Saiba mais: Governo decreta toque de recolher e coloca AL de volta à Fase Vermelha do plano de distanciamento social

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Stephany

    Engraçado que na campanha Política não existia o covid.
    Desativaram hospitais de campanha que custarão uma fortuna.
    E a culpa agora é do comércio, escolas?
    Que todos estão de máscaras, controla o fluxo de pessoas, e tem a higienizacao regular?

  2. Stephany

    Engraçado que na campanha Política não existia o covid.
    Desativaram hospitais de campanha que custarão uma fortuna.
    E a culpa agora é do comércio, escolas?
    Que todos estão de máscaras, controla o fluxo de pessoas, e tem a higienizacao regular?
    Me economize!

Comments are closed.