Empreendedor tira 4 mil, mas só paga 2 mil: “o crédito é de verdade”
   29 de março de 2021   │     13:57  │  0

A procura pela nova linha de crédito para empreendedores individuais (MEIs) é intensa. Mais de 15 mil pessoas procuraram informações na Desenvolve até a sexta-feira, 26, segundo informações do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, Rafael Brito.

As linhas de créditos oferecidos pela Agência de Fomento de Alagoas fazem parte do pacote de ajuda que o governo do Estado anunciou para atender os setores mais afetados pelas medidas de restrição de circulação – bares, restaurantes, hotéis, transportadores turísticos, eventos, entre outros.

Até a semana passada mais de 350 propostas foram analisadas, com liberação de mais de R$ 230 mil. Para micro e pequenas empresas, a taxa de jutos é zero, com carência de seis meses. Para MEIs, além de taxa zero, o Estado garante um rebate de 50%. Quem tirar R$ 4 mil, só paga R$ 2 mil.

Rafael Brito aconselha que os empreendedores procurem logo a agência. “Nós estamos mostrando às pessoas que isso funciona, o crédito é de verdade e as pessoas que estão precisando devem procurar a Desenvolve”, disse. A expectativa é que sejam atendidas milhares de operações com os recursos disponibilizados pelo Estado.

Na sexta-feira, o Governo de Alagoas lançou também um novo pacote de apoio ao enfrentamento da crise causada pela Covid-19. São mais R$ 110.480,000,00 em medidas tributárias e de crédito direcionadas a empresários ligados ao segmento de hotéis e similares.

O total do impacto fiscal das medidas anunciadas é de R$ 110.480.000,00. Somadas às medidas já anunciadas para bares e restaurantes, o montante é de R$ 210.480.000,00, sendo mais da metade deste valor em recursos assegurados para linhas de crédito.

Saiba mais:  Pacote emergencial ofertará mais de R$110 milhões em crédito para hotéis e similares

Rafael Brito participou, ao lado do governador Renan Filho, do anuncio do pacote de ajuda a empreendedores na Desenvolve