Com vacina, Covid-19 ‘despenca’ entre profissionais de saúde em AL
   2 de abril de 2021   │     12:09  │  0

Que a vacina é luz no fim da pandemia não há dúvidas.Mas por aqui, com a vacinação ainda lenta e o forte aumento de casos de Covid-19 provocados pelo novo tsunami do coronavírus , os resultados ainda não começaram a ser traduzidos em números. Não ao menos como gostaríamos.

Mas já dá, ao fazer recortes das estatísticas, para enxergar uma saída para a crise

Os profissionais da saúde que atuam na linha de frente foram os primeiros a receber a vacina em Alagoas. Nada mais justo. E para eles a imunização já apresenta resultados expressivos.

De acordo com informe epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado, o número de novos casos confirmados de Covid-19 entre esses profissionais despencou.

Em 1o janeiro de 2021, antes do começo da vacinação contra a Covid-19, Alagoas tinha 105.091 casos confirmados, sendo 6.458 profissionais de saúde, o equivalente a 6,10%.

Três meses depois, em 1o de abril, o número de casos subiu para 154.199, sendo 7.135 profissionais da área de saúde, o correspondente a 4,60%.

Neste período, o número total de casos aumentou 46,7% em todo o Estado. Entre os profissionais de saúde, a alta foi bem menor, de 10,48%.

A queda de novos casos confirmados entre os profissionais da saúde não pode, nem deve ser atribuída apenas a vacina, é verdade. Quem está na linha de frente normalmente tem cuidados redobrados para não se contaminar.

Mas a desaceleração nos novos registros mostram que os imunizantes estão fazendo o efeito esperado.  Lembrando que a vacina chegou por aqui no final de janeiro e seus efeitos demoram dias para começar, devemos sentir também a força da imunização crescer muito nas próximas semanas em toda a população.

Voltando aos profissionais da saúde, considerando apenas os últimos três meses (de 1 janeiro a 1 de abril), o percentual de contaminados entre eles em Alagoas foi de apenas 1,38%, quando comparado com o restante da população.

Sentiu o peso da vacina? Antes os profissionais de saúde representavam mais de 6% dos casos confirmados – em alguns momentos mais de 10%. Agora, menos de 2%.

Para entender melhor: no período compreendido entre 1o de janeiro a 1o de abril , segundo o informe da Sesau-AL, o Estado registrou 49.108 novos casos confirmados de Covid-19. E destes, apenas 677 ou 1,38% eram profissionais da área de saúde.

Viva a vacina. Viva o SUS!

Veja os números

Os números foram extraídos dos informes epidemiológicos. Na dúvida, é só acessar os boletins e fazer as contas (abaixo uma reprodução dos dados).

Acesse aqui o informe de 1o de abril de 2021