Davi lidera e Ayres “surpreende” em pesquisa para o governo
   27 de abril de 2021   │     10:28  │  1

O Ibrape divulgou nesta terça-feira, 27, levantamento sobre as intenções de votos do eleitor de Maceió, para o Governo de Alagoas e uma vaga para o Senado da República nas eleições de outubro do próximo ano.

A pesquisa foi realizada nos dias 24 e 25 de Abril. Foram ouvidos 1.000 eleitores de Maceió. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro é de 3,00 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

A pesquisa foi divulgada pelo portal Cada Minuto e traz cenários sobre preferência e rejeição do eleitor em relação a alguns nomes escolhidos pelo Ibrape para a questão estimulada.

Confirmando levantamentos anteriores de outros institutos, o deputado estadual Davi Davino Filho aparece na liderança, com ampla vantagem sobre o segundo colocado, o senador Rodrigo Cunha. A surpresa da pesquisa foi o secretário de Saúde do Estado, Alexandre Ayres, que aparece bem posicionado em terceiro lugar, à frente de políticos tradicionais, a exemplo de Antônio Albuquerque ou do prefeito de Pilar, Renato Filho.

A pesquisa

Antes de mostrar a pesquisa, vamos antes a esclarecimentos importantes:

– a sondagem é de consumo interno do próprio instituto, ou seja não teve contratantes

– as escolhas dos nomes ( Senado e governo) foi feita pela direção do Ibrape (leia-se Francivaldo Diniz) a partir de prováveis cenários para 2022, considerando os grupos que poderão formar chapas majoritárias em Alagoas

– nenhum dos nomes está em campanha e os resultados refletem o nível de conhecimento e o “recall” (lembrança) que políticos tem de eleições anteriores ou de presença na mídia.

Vamos aos resultados. No cenário estimulado para o governo o Ibrape perguntou “Se as eleições para governador de Alagoas fossem hoje, em qual destes nomes o (a) Sr. (a) votaria?”

Grande surpresa na eleição municipal de 2020 em Maceió, o deputado estadual Davi Davino Filho teve 32% das intenções de votos. Em segundo lugar, o Senador Rodrigo Cunha teve 25% das citações. Surpresa na pesquisa, Alexandre Ayres teve 11% de voto, mesmo sem nunca ter disputado nenhuma eleição. Em quanto lugar aparecem empatados o atual prefeito do Pilar, Renato Filho e o deputado estadual Antônio Albuquerque com 3% cada um.

Dos entrevistados, 9% dos eleitores se mostraram indecisos . E 17% pretendem votar nulo ou branco.

Cunha lidera em rejeição

O instituto também perguntou ao eleitor em quem ele não votaria de jeito nenhum. O Senador Rodrigo Cunha lidera na rejeição com 20%, o Deputado Antônio Albuquerque tem 18%, Davi Davino com 16%, Alexandre Ayres com 11% e Renato Filho com 7%. Outros 17% dos eleitores preferiam não opinar.

O peso da capital

O maior problema para quem pretende disputar o governo em Alagoas é ter uma boa aceitação em Maceió. A capital representa um terço do eleitorado do Estado e tem um voto mais “livre”, sem influência maior de lideranças políticas, como acontece nas menores cidades.

Ayres, Cunha e Davi partem bem na avaliação do eleitorado da capital, o que pode fortalecer seus nomes – cada um em seu grupo.

Claro que outros nomes podem e devem ser testados na pesquisa em Maceió. No grupo de Davi, existem nomes como o de Marcelo Victor e Jó Pereira, por exemplo. No de Renan Filho, além de Ayres, poderiam ser testados Rafael Brito, Hugo Wanderley ou Isnaldo Bulhões. No grupo de JHC, Rodrigo segue como principal opção, mas não custaria nada testar Ronaldo Lessa, por exemplo.

Outros resultados

Em breve retorno com outros resultados, inclusive para o Senado. 

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.