Com Petrobras “fora” de AL, americanos vão explorar petróleo no Estado
   20 de setembro de 2021   │     19:37  │  0

A Petrobras vendeu quase tudo que tinha por aqui. A BR Distribuidora, os campos terrestres e de águas rasas e até a participação que tinha na distribuidora de gás Algás, que agora é apenas do governo de Alagoas e da Mitsui.

A ausência da estatal brasileira, num primeiro momento, abre oportunidades de novos investimentos no setor petróleo e gás em terras alagoanas – e mares também.

A Algás deve anunciar anda este ano um forte programa de investimentos para ampliar a distribuição e também o uso de gás natural na geração de energia, por exemplo.

Outra oportunidade que se abre é a assinatura do “contrato de operação de apoio logístico offshore no Nordeste entre o Porto de Maceió e a Nitshore Engenharia e Serviços Portuários”.

O contrato que será assinado nesta quinta-feira (23/09), representa a retomada de projetos de exploração de petróleo e gás no mar, segundo a Administração do Porto de Maceió.

“O evento inaugura o projeto de exploração e prospecção de petróleo e gás a ser desenvolvido pela ExxonMobil do Brasil em parceria com a Nitshore. Essa iniciativa vai gerar um ciclo de desenvolvimento na região, com novos empregos, maior arrecadação e atração de outros negócios com empresas que integrem a cadeia de serviços que compõem a atividade offshore no país”, diz nota do Porto, sobre o congtrato.

Com a Petrobras fora de Alagoas, os americanos parecem dispostos a desembarcar por aqui para explorar petróleo. E sim, tem muito petróleo e gás em solo e nas águas de Alagoas e do Nordeste. A atividade, além de emprego, também costuma gerar receita para o setor público através de impostos e royalties.

Porto de Maceió

Versão oficial

Veja texto da assessoria do Porto de Maceió

A partir do dia 23 Nitshore Engenharia será operadora logística no uso das instalações portuárias

Alagoas será palco nesta quinta-feira, dia 23, às 15h, da assinatura do contrato de operação de apoio logístico offshore no Nordeste entre o Porto de Maceió e a Nitshore Engenharia e Serviços Portuários. O evento inaugura o projeto de exploração e prospecção de petróleo e gás a ser desenvolvido pela ExxonMobil do Brasil em parceria com a Nitshore. Essa iniciativa vai gerar um ciclo de desenvolvimento na região, com novos empregos, maior arrecadação e atração de outros negócios com empresas que integrem a cadeia de serviços que compõem a atividade offshore no país.

Segundo o administrador do Porto de Maceió, Dagoberto Omena, o contrato que será assinado consiste no uso temporário, na exploração de áreas e instalações portuárias na poligonal do Porto Organizado de Maceió, as quais serão destinadas às atividades de atendimento e apoio logístico offshore. “A nossa localização é muito boa para este tipo de serviço. De início, já podemos garantir que teremos ampliação de negócios e geração de empregos em Maceió, pois a Nitshore faz a ponte com a ExxonMobil que planeja ampliar a exploração de petróleo no Brasil”, analisou.

Para o diretor da Nitshore, Paulo Falcone, são grandes as expectativas para o início da parceria com o Porto de Maceió, pois a empresa que é responsável pela gestão do Terminal 2 do Porto de Niterói, é uma referência inovadora em base offshore e operações integradas no Brasil. “Encontramos uma estrutura logística que permite que a Nitshore execute com excelência os nossos serviços, já referenciados e reconhecidos nacionalmente”, afirmou. A empresa oferece atividades de movimentação de cargas, alfandegamento para importação e exportação, armazenagens, tancagens de fluidos, abastecimento de água e combustíveis, gerenciamento de resíduos e reparos navais.