Aumento na Educação: veja tabela de nível médio, fundamental e secretários escolares
   17 de outubro de 2021   │     23:32  │  4

O projeto de lei que altera o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da Educação foi entregue ao presidente do Poder Legislativo, Marcelo Victor, na sexta-feira (15/10).

A proposta confere aumento médio superior a 40% no salário inicial dos profissionais da rede pública e beneficiará cerca de 50 mil pessoas, segundo informações do secretário de Educação do Estado, Rafael Brito.

Tive acesso antecipadamente a tabela que será publicada no Diário Oficial do Estado de Alagoas nesta segunda-feira (18/10).

O blog já antecipou a tabela do PCCS para professores (veja aqui).

Pela proposta, o secretário escolar de 40 horas com graduação, terá o salário inicial igual ao de professor. O vencimento terá um reajuste inicial maior saindo de R$ 3,116 mil para R$ 4,5 mil (44,4%). A tabela traz percentuais maiores de reajuste para secretários escolares com especialização, mestrado e doutorado, podendo chegar a 72%.

Para os secretários também foram acrescentados duas letras (E e F), aumentando o período em que o professor atingirá o final de carreira.

Fundamental e médio

O PCCS também prevê aumento de salário para os demais profissionais da Educação, de nível fundamental e médio. Nos dois casos, as tabelas a que tive acesso, são para servidores com 30 horas.

O salário inicial para o servidor do fundamental, hoje em R$ 965 será reajustado para R$ 1,35 mil, uma variação de 39,9%. Diferente dos professores, para esses servidores, a variação maior, que pode passar dos 56%, está no final da carreira (veja tabela).

Para os servidores de nível médio, o reajuste inicial é um pouco maior. A proposta prevê elevar os salários de R$ 1.122 para R$ 1,6 mil (42,6%). Também para esses servidores, a variação maior no se dará no final da carreira e poderá cegar a 85,4% (veja tabela).

Live

A entrega do projeto foi feita nesta sexta-feira.. Participaram o governador, Renan Filho, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Victor, o deputado estadual Paulo Dantas e o secretário de Educação, Rafael Brito.

Defensor do reajuste, o secretário disse que “essa é uma demanda de 20 anos e que na tarde de hoje caminha para se materializar com muita justiça”.

Além do aumento na tabela do PCCS, Rafael Brito confirmou outras possibilidades para aumento de remuneração dos professores, a exemplo da concessão de bolsa de mentoria e do aumento da carga horária. Existe possibilidade (depois volto com mais detalhes) de professores com 20 ou 25 horas mudar o contrato para 30 horas.

Saiba mais: Entregue à Ale nesta sexta (15), Projeto de Lei que reformula o PCCS da Educação beneficia 50 Mil servidores

Veja como ficou a tabela dos professores: Aumento de salário do professor em AL: veja a nova tabela do PCCS

Veja as tabelas

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Jonas Martins

    Uma verdadeira vergonha a tabela do pessola de nível médio, o cara em fim de carreira e com mestrado ganhando merreca, mais uma propaganda enganosa desse DesGoverno do Faz de Contas do Renanzin e esse secrtério midiático Rafal Brito. 2022 vem aí.

  2. Anderson

    Ridículo o salário pago ao nível médio. O servidor passa 30 anos para se aposentar pra ganhar nem 4 mil. Enquanto secretário escolar que é um cargo de nível médio e aqui em AL por um erro de concurso fizeram para nível superior vão ganhar mais de 7 mil. Só nesse estado isso acontece.

    1. Joanna

      Não tô reclamando sabe, mas achei TB. E a tabela de nível fundamental para? Nem adiantou muito quem tá no Nível V com pós graduação pq com a nova proposta ficou com diferença pouca com as pessoas de nível ll que tem só o médio

Comments are closed.