Hugo Wanderley defende Petrúcio Barbosa: “ele não se negou a dialogar”
   21 de outubro de 2021   │     17:24  │  0

Em nota, o presidente da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Hugo Wanderley, saiu em defesa do prefeito de Igaci no episódio em que Petrúcio Barbosa é acusado de ameaçar famílias de um loteamento da cidade.

Segundo Wanderley, Barbosa “nunca se negou a dialogar” com as famílias de trabalhadores do campo.

“Inclusive liguei para o prefeito Petrucio Barbosa que se colocou à total disposição para dialogar e acomodar todas pessoas que sejam verdadeiramente trabalhadores do campo, inclusive intermediamos diálogo do nosso Bispo Dom Manoel, onde o prefeito Petrucio se colocou à total disposição dos trabalhadores”, afirma.

Veja a nota da AMA, na íntegra

Presidente da AMA sai em defesa do prefeito de Igaci Petrúcio Barbosa

O presidente da AMA , Hugo Wanderley saiu em defesa do prefeito de Igaci, Petrúcio Barbosa que está sendo acusado por ameaça e perseguição a trabalhadores do campo .

O presidente da AMA afirma que em nenhum momento o prefeito se negou a dialogar com o movimento e que o denunciante, Adriano Ferreira, não tem credibilidade para representar os agricultores familiares. Segundo ele e relato de agricultores do município de Cacimbinhas, Adriano responderá por práticas ilícitas como extorsão, depredação de prédio público e falsificação de documentos.

“Em Cacimbinhas, por exemplo, a prefeitura doou um prédio para uso dos trabalhadores rurais e agora, estamos entrando com processo contra o senhor Adriano para reaver as instalações que foram depredadas por ele. As instalações, que deveriam estar servindo aos pequenos agricultores está completamente abandonada”. Além disso, segundo relato dos próprios agricultores, este senhor tentou extorquir trabalhadoras de bem a repassarem recursos destinados a agricultura familiar para pagamento de despesas pessoais, causando o rompimento dele com o movimento de Cacimbinhas” pontuou o prefeito Hugo Wanderley.

Diante destes fatos o presidente da AMA afirma que Adriano Ferreira não tem legitimidade para acusar ou falar pelo movimento. Ele colocou a AMA como mais uma interlocutora desse diálogo entre a prefeitura de Igaci e os trabalhadores para resolver o impasse.

“Inclusive liguei para o prefeito Petrucio Barbosa que se colocou à total disposição para dialogar e acomodar todas pessoas que sejam verdadeiramente trabalhadores do campo, inclusive intermediamos diálogo do nosso Bispo Dom Manoel, onde o prefeito Petrucio se colocou à total disposição dos trabalhadores”.

Hugo reforça que prefeito Petrucio em nenhum momento se negou a dialogar com o movimento e comunicará a todas autoridades as verdades sobre Adriano Ferreira que usa a condição de “líder dos trabalhadores” para alçar prestígio junto às instituições.