Cientista político traça perfil ideal do próximo governador de Alagoas
   29 de novembro de 2021   │     20:00  │  1

Quem será o próximo governador eleito pelo voto direto em Alagoas? Não dá para arriscar um nome, mas é possível imaginar o perfil do substituto de Renan Filho a partir de análises e pesquisas.

O cientista político Aelisson Batista, diretor do Instituto Vozes de Pesquisas, vem monitorando – como sempre vez em outras eleições – os movimentos dos eleitores para 2022.

Para Batista, uma sondagem recente do Paraná sobre as eleições presidenciais traça um pouco do perfil do que o eleitor que para o país e para Alagoas.

Na pesquisa (veja abaixo), um detalhe chama atenção de Aelisson a eleição nacional está “aberta”. Em outras palavras, existe espaço para uma terceira via. “Lula e Bolsonaro dialogam com os extremos e 50% mais ou menos buscam outras alternativas. A eleição presidencial está absolutamente aberta em busca de um outro nome”, pondera.

No caso de Alagoas, Aelisson traça o perfil que o eleitor quer, a partir de pesquisas qualitativas.

“Esse eleitor do ano que vem busca como a gente já viu nas qualis (pesquisas qualitativas), seja a nível nacional, seja a nível do Executivo estadual, alguém preparado, um gestor preparado, alguém com experiência na política, mas sem ser da velha política”, aponta.

Ainda segundo o cientista político, o eleitor quer um futuro governador “que seja corajoso, tenha pulso forte, seja determinado, mas seja absolutamente equilibrado, mas acima de tudo eles buscam alguém com uma profunda sensibilidade e entrega social. São as pesquisas que nos dizem isso”, avalia.

Preferência

De acordo com a sondagem do Paraná Pesquisa, o “Fator mais importante para a escolha de um(a) candidato(a) a Presidente”, em questão estimulada,, hoje seria honestidade (38,1%), competência (18,4%), ser próximo do povo (16%), ter experiência política (6,6%), Pulso firme (4,5%),Ser novo na política (1,5%).

A pesquisa eleitoral do instituto Paraná Pesquisas, divulgada não o dia 22 de novembro, mostra Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na frente. No primeiro cenário da pesquisa estimulada, ou seja, quando os candidatos são apresentados para os entrevistados, Lula lidera com 34,9% das intenções de voto. Bolsonaro tem 29,2% e Moro 10,7%.

A pesquisa foi feita com entrevistas presenciais entre 16 e 19 de novembro em 164 municípios de 26 estados e Distrito Federal, com 2020 eleitores. O grau de confiança é de 95%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos nos resultados gerais.

Na sondagem espontânea, o voto está muito mais aberto que se imagina: 45,3% não sabe ou não respondeu, enquanto outros 11% disseram que não votariam em ninguém. Lula teve 19,4%, seguido de Bolsonaro com 18,4%, Moro com 2,8% e Ciro Gomes com 1,3%.

O interesse pela próxima eleição ainda é pequeno – algo esperado dada a distância do pleito. De acordo com a sondagem, dos entrevistados, 33,2% disseram que tem Muito interesse, 12,6% Algum interesse, 23,8% Pouco interesse, 27,7% Nenhum interesse e 2,7% Não sabe/ não opinou.

Saiba mais aqui: Lula tem 34,9%, Bolsonaro 29,2% e Moro 10,7%, segundo Paraná Pesquisas

Veja aqui a pesquisa na íntegra: Pesquisa de Opinião Pública Nacional

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.