Davi Maia tá “liberado” para sair do DEM: “mas se fosse ele, ficava aqui”
   3 de dezembro de 2021   │     10:32  │  0

Quem garante é um PFL raiz. Tão raiz quanto o próprio deputado estadual Davi Maia, que em toda a sua vida política só foi filiado a um único partido – o Democratas, ex- Partido da Frente Liberal.

“O Davi está liberado, vai para onde quiser. Mas se eu fosse ele, ficava aqui”, dispara José Thomaz Nonô.

Presidente do DEM em Alagoas, egresso do PFL, Nonô vai passar o bastão de comando da legenda para Marcelo Victor, mas não vai abandonar a política. “Vou continuar conversando, participando de tudo. Só não quero ficar a frente do partido no período eleitoral. Essa tarefa é pra quem vai disputar a eleição”, aponta.

A filiação de MV vai fortalecer o DEM no Estado ainda antes da fusão com o PSL, para formar o União Brasil. Vários outros parlamentares já sinalizaram que acompanharão o presidente da Assembleia Legislativa.

Enquanto isso, o único deputado estadual do DEM em Alagoas está montando abertamente a chapa proporcional do PSDB para 2022, numa clara sinalização de que vai deixar a legenda.

“Essa será uma eleição complicada, com novas regras. Para fazer um deputado estadual, o partido terá que ter 60 mil votos. Não será fácil montar chapa. Gosto muito do Davi e por isso torço para que ele fique, porque sei que o Marcelo Victor está trabalhando para montar uma forte chapa, capaz de eleger vários deputados. Acredito que as chances de eleição são maiores no nosso grupo”, avalia Nonô.