Klécio tenta impedir fechamento de empresa em Coruripe
   21 de dezembro de 2021   │     19:12  │  1

Produtores rurais reagiram com surpresa ao serem informados que a Raesa está desativando sua operação em Coruripe.

A empresa é especializada em tubos de alumínio e outros produtos para irrigação de alta pressão e está instalada em Alagoas há quase 15 anos. O faturamento anual hoje é de R$ 10 milhões.

Na última semana, a empresa recebeu notificação judicial da prefeitura de Coruripe para desocupar a área de 15 mil M2 que ocupa às margens.da AL 101 Sul, sob pena de despejo com uso de força policial.

Depois da decisão judicial, a empresa comunicou que está encerrando a operação em Coruripe.

A partir da unidade no município, a Raesa atende  produtores rurais de Alagoas e de todo o Nordeste.

A ordem de despejo, segundo informações que circulam entre produtores, foi dada porque a prefeitura pretende doar o terreno ao governo do Estado para construção de uma UPA no local.

É o caso clássico de cobrir um santo e descobrir o outro.

O presidente da Cooperativa Pindorama, Klecio Santos, vem tentando contornar a crise. Para evitar o fechamento da Raesa, ele ofereceu uma área da Cooperativa onde a empresa poderá ser instalada.

Klecio também conversou com o prefeito de Coruripe, Marcelo Beltrāo, a quem explicou que o fechamento da empresa vai causar prejuízos a centenas de produtores da cooperativa e do município.

O esforço é para conseguir prazo que permita a empresa a mudar suas instalações, sem interrupção das atividades.

“Conversei com o prefeito e com a diretoria da Raesa. Quero dar minha contribuição para evitar prejuízos aos nossos cooperados e outros produtores que precisam recorrer aos serviços da empresa. Se ela fechar não teremos mais onde comprar esses materiais usados na irrigação”, poderá Klecio Santos.

Versão oficial

Veja texto da assessoria

Pindorama disponibiliza área para realocação da Raesa em Coruripe

Diante do papel da empresa Raesa para o desenvolvimento da produção agrícola de Alagoas, a Cooperativa Pindorama está disponibilizando um terreno de 10 mil metros quadrados, sem custos ou contrapartida, à margem da rodovia AL-105, para que a empresa possa se instalar e permanecer atuando em Coruripe.

A decisão da cooperativa foi tomada para evitar que a empresa deixe o município, onde atualmente encontra-se instalada, gerando impactos negativos na região.

“A Raesa é uma grande parceira. Sua presença em nossa região é vital para nosso desenvolvimento. A Cooperativa Pindorama se prontifica a fazer todo o esforço possível para a manutenção dela no nosso município. Falei também com o prefeito Marcelo Beltrão para que juntos possamos manter a empresa na região dada a sua importância”, afirmou o presidente de Pindorama, Klécio Santos.

De acordo com ele, a cooperativa conta, hoje, com mais de mil associados, com produção ativa de cana-de-açúcar e frutas em mais de 1.400 lotes. “Por este motivo, a presença da Raesa em nosso município é vital, uma vez que temos um grande potencial hídrico e essa conceituada empresa é líder mundial em irrigação por aspersão com tubos de alumínio, pioneira na introdução da irrigação em todo o mundo”, reforçou.

A cooperativa se colocou à disposição para que os técnicos da empresa possam avaliar possíveis áreas destinadas a realocação e em ceder um espaço para que a Raesa possa armazenar os equipamentos com segurança e em condições adequadas.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    A Prefeitura de Coruripe nada contra a correnteza. Com tantos terrenos nas redondezas para implantar uma UPA, prefere desativar uma empresa que gera recursos e empregos para a população de Coruripe. Certamente é um ato político, não me convence que seja um ato administrativo, pois se for, mostra o despreparo em administrar uma Cidade como Coruripe.

Comments are closed.