Disputa entre Arthur Lira e Renan Filho ameaça implodir “acordo”
   27 de janeiro de 2022   │     12:23  │  0

As chances de um acordo que coloque na mesma chapa Arthur Lira e Renan Filho diminuíram. E muito. Durante alguns meses de 2021, os dois chegaram a conversar e a ensaiar um entendimento. Ficou só nisso.

Embora Lira e Filho tenham, no ponto de partida para 2022, a intenção de apoiar o mesmo candidato a governador, os dois parecem trabalhar – ainda que involuntariamente – para inviabilizar a montagem da chapa.

Existem vários nós a serem desatados, mas nenhum tão complicado como a indicação do vice-governador tampão, a ser eleito pela Assembleia Legislativa, junto com o governador tampão, em caso de afastamento de Renan Filho.

Arthur Lira já avisou a Marcelo Victor, um dos principais articuladores do grupo de Paulo Dantas, que se Renan Filho for candidato ao Senado quer participar da chapa indicando o vice pelo seu partido, o PP. E tem para isso, o peso não só da presidência da Câmara dos Deputados, mas uma base com cerca de 40 prefeitos.

Renan Filho ainda não verbalizou para Marcelo Victor, nem Paulo Dantas, mas já decidiu que se não tiver espaço para indicar o vice, não fechará acordo. Para o governador, indicar um vice passa não só pelo presente, mas também pelo futuro.

A temperatura entre Lira e Filho tende a esquentar ainda mais nos próximos dias. No cenário de hoje, tudo caminho para uma escolha difícil. Paulo Dantas poderá ser forçado a “escolher”. Arthur ou Renan. Mas quem conhece o deputado sabe que ele irá trabalhar até o último segundo para ficar com os dois. Mas essa é outra história.