Pesquisa trará retrato “desfocado” da eleição para governo de Alagoas
   28 de janeiro de 2022   │     12:04  │  2

A informação já foi antecipada em outros sites e blogs. De acordo com registro feito no TSE, está sendo realizada nesta sexta-feira, em todo o Estado, pesquisa eleitoral do DataSensus para o governo e o Senado em Alagoas.

Pesquisa, como se diz em política, é o “retrato” do momento. Se assim for, a próxima “foto” sairá desfocada ou “incompleta”.

O questionário registrado junto com a pesquisa traz, na questão estimulada, os nomes de cinco pré-candidatos ao governo de Alagoas – Rodrigo Cunha, Jó Pereira, Renato Filho, Antônio Albuquerque e Paulo Dantas. De fora ficou, inexplicavelmente Rui Palmeira, pré-candidato declarado ao governo que está empatado tecnicamente na liderança com Rodrigo Cunha, segundo as últimas pesquisas de “gaveta” – mas com ampla circulação – realizadas por importantes institutos locais.

Para o Senado, não é muito diferente. Na estimulada, são citados os nomes de Fernando Collor, Davi Davino Filho, Fábio Costa e Renan Filho. De fora ficou Ronaldo Lessa, que aparece bem em outras sondagens.

A não inclusão de Rui, Ronaldo e de outros nomes, a exemplo de JHC não foi certamente por falta de espaço ou metodologia. Na questão estimulada para presidente são citados dez candidatos.

O DataSensus, nesse caso, não pode nem deve receber nenhum tipo de crítica ou questionamento. A pesquisa, com valor de R$ 30 mil, foi contratada por uma empresa de comunicação local.

Fevereiro começará com um norte (meio sem norte) do que o eleitor deve ter como opções nas urnas, nas eleições de outubro.

A pesquisa, que está registrada com o número 07120/2022, será divulgada no dia 1º de fevereiro. Para ter acesso ao registro da pesquisa acesse a esse endereço e no campo pesquisa escolha Alagoas como UF. Acesse PesqEle.

Veja aqui o questionário: datasensus governo fev 22

 

 

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Quem sabe um dia o povo acorda.

    Até quando esta farsa de pesquisa será usada para manipular a população. Não se pode generalizar a opinião de ninguém por ter características sociais, escolares ou per capita. Onde alguém tem ideias iguais por ter a mesma profissão, ou pertencer a uma mesma religião ou ter o mesmo grau de instrução. Se pesquisa fosse acertava teria que ser feita com um espaço amostral no mínimo 50% para se ter uma aproximação não tão correta, pois os outros 50% também podem ter escolhas divergentes.

Comments are closed.