Veto tranca pauta e ALE deve atrasar votação dos novos PCCS dos servidores
   16 de março de 2022   │     0:07  │  0

A informação é do deputado estadual Davi Maia (DEM). Ele vai direto ao ponto. “A pauta da Assembleia Legislativa está trancada. E nada pode ser votado enquanto o veto do PL 719 não for apreciado”, aponta.

Maia explica que a Comissão de Constituição e Justiça perdeu o prazo para apreciar o veto, que será votado agora direto no plenário, já a partir desta quarta-feira.

Segundo o deputado estadual, “com a derrubada do veto, abre-se a possibilidade do cadastro de reserva também valer para os concursos vigentes”.

Caia ou seja mantido, o veto precisa ser apreciado para destrancar a pauta. Enquanto isso não acontecer não se vota nada. Nem mesmo o aumento dos servidores. A previsão é que os projetos de lei dos novos PCCS dos servidores do Estado entrem em pauta ainda nesta semana. Mas isso só pode ocorrer, do ponto de vista regimental, depois que da apreciação do veto.

Para esta quarta, veja texto abaixo, a previsão era votar PEC de autoria do Executivo.

Veja aqui o Instagram do deputado: https://www.instagram.com/p/CbJAyo4ldX_/

Saiba mais:  Aprovados pareceres de projetos que beneficiam servidores; Presidente convoca sessão extraordinária para analisar PEC