“Cunha tem medo mesmo é da eleição de outubro”, diz Brito
   8 de maio de 2022   │     0:11  │  6

Favorito na disputa pelo cargo de vice-governador na eleição indireta que será realizada na Assembleia Legislativa de Alagoas – ainda sem data definida – Rafael Brito critica a participação do senador Rodrigo Cunha na “judicialização” do processo eleitoral.

Para Brito, o pré-candidato a governador do União Brasil trabalha para retardar a eleição indireta com o objetivo de prejudicar o deputado estadual Paulo Dantas,  que pretende disputar a reeleição direta em outubro.

Na avaliação do candidato a vice-governador, Cunha agiria assim por “medo da derrota em outubro”, na eleição direta.

“Rodrigo Cunha se transformou num agente do caos. Depois de ter aderido ao centrão, ele agora coloca todas as fichas para fazer com que a eleição (prevista na Constituição) não aconteça sob nenhuma maneira”, diz Brito.

“Ele tem usado e usará todos os subterfúgios jurídicos para impedir a realização. O que está por trás disso tudo é a eleição de OUTUBRO e não a de agora… é muito triste tudo isso que está acontecendo!”, diz Rafael em nota enviada ao blog.

“Estamos num momento em que o interesse pessoal e eleitoral está acima do que é certo e defendido pela Constituição. Novos tempos, “nova política” a do quanto PIOR, melhor! Lastimável.”, critica Brito.

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Santos

    Teremos duas eleições distintas para governador e obrigatoriamente o resultado não precisa ser igual. A primeira eleição será definida pelos deputados estaduais que (pelo que dizem) já decidiram pelo nome do deputado governista Paulo Dantas para governador tampão. A segunda eleição de governador será decidido pelo voto popular e essa eleição, para mim, ainda não está definida e tudo poderá acontecer, até mesmo os que as pesquisas apontam como favoritos, não estarem no segundo turno da eleição. Ninguém pense que está eleito, até porquê o horário eleitoral, como sempre, trará algumas verdades que poderá mudar o voto de muitos eleitores que hoje votam em determinado candidato e terminará votando numa segunda ou terceira opção.

Comments are closed.