Rui Palmeira une PSD e Republicanos e consolida projeto ao governo
   12 de maio de 2022   │     10:02  │  1

O ex-prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSD) conseguiu consolidar a aliança com o Republicanos em Alagoas, numa aliança que consolida sua pré-candidatura ao governo do Estado. Em Brasília, ele participou nessa quarta-feira (11/05), de encontro com os presidentes nacionais do PSD, Gilberto kassab, e do Republicanos, Marcos Pereira.

O deputado estadual Antônio Albuquerque (Republicanos), que coordenou os entendimentos com Palmeira em Alagoas, também participou da reunião.

“Hoje, em Brasília, tivemos um encontro muito produtivo entre os Presidentes Nacionais e Estaduais do PSD @gilbertokassab_ e @ruisoarespalmeira e do Republicanos @marcospereira1010 e @antonioralbuquerque, para firmar um compromisso pelo futuro de Alagoas”, registrou Rui Palmeira em suas redes sociais.

A confirmação da aliança dos dois partidos em Alagoas pelos presidentes nacionais do PSD e Republicanos, segundo Rui Palmeira acaba com boatos de que ele poderia desistir ou “perder” a legenda.

“Isso acabou, foi dissipado. Já dei a resposta. A foto de ontem fala por si”, diz.

Palmeira adianta que a pré-campanha chega as ruas a partir da próxima semana: “Está tudo montado. Parte jurídica, de marketing. A gente vai botar a campanha na rua na semana que vem. O Sidônio (Palmeira), conseguiu trazer o que há de melhor na criação dele”, aponta.

Marqueteiro conhecido nacionalmente (fará este ano a campanha de Lula) Sidônio é primo de Rui Palmeira e será responsável também pelo marketing de sua campanha ao governo. Segundo Rui, haverá um momento para lançar a pré-campanha, mas antes disso vai começar ações de markeking, incluindo gravações para inserções do PSD na TV, já a partir da próxima semana.

Composição

Por telefone, na manhã desta quinta-feira (12/05), Rui Palmeira disse que foi estabelecido um acordo para que o Republicanos indique um nome para compor a chapa majoritária a ser formada a partir da aliança com o PSB. “O Albuquerque fará a indicação de um candidato a vice ou a senador”, adianta.

Rui Palmeira explica que vai buscar reforço para a formação da chapa majoritária: “vamos conversar. O caminho é, junto com Albuquerque, a gente buscar um nome para somar na chapa. Vamos trabalhar para ter uma chapa completa”, aponta..

O empresário Celso Pessoa, de Arapiraca, que chegou a ter o nome cotado para compor a chapa com Rui Palmeira, avisou que não poderá participar da disputa em função de compromissos e impedimentos empresariais. Ainda assim, tem sido um importante articulador da pré-campanha de Palmeira na região agreste e deve promover encontro do pré-candidato com empresários de Arapiraca na próxima semana.

“Deixa eles”

Enquanto os dois principais grupos políticos do Estado estão numa queda de braços em torno da eleição indireta de governador, Rui Palmeira segue mais preocupado em viabilizar sua pré-candidatura ao governo.

“Deixa essaa confusão para eles, deixa esse rolo aí de gente grande, Renan, Arthur Lira, deixe eles para lá. Sobrevimos as filiações, conseguimos montar as chapas, agora é pensar mês a mês. Até chegar a eleição”, afirma.

Quanto a eleição presidencial, Rui Palmeira adianta não há nenhum compromisso – ao menos por enquanto. “A tendência do PSD é não ter candidato a presidente, não coligar ninguém na nacional e liberar os estados, até porque tem gente do partido em outros Estado gente que vota no Lula, no Ciro, no Bolsonaro. A tendência é ficar a vontade para cada Estado definir. Esse não é problema na aliança em Alagoas”, aponta.

Ampliando

O grupo de Palmeira pode ser ainda ampliado com a participação de outros partidos. E segundo interlocutores, as conversas seguem em aberto com várias legendas, incluindo Avante, PSC e Podemos, entre outras.

“Com o Republicanos conseguimos dar um importante passo, conseguindo praticamente o tempo de TV e rádio recomendado pelo pessoal do marketing. Além disso, Albuquerque trará importante reforço do interior, com o apoio de pelo menos 12 prefeitos”, aponta um interlocutor.

Rui Palmeira participa de reunião, em Brasília, ao lado de Gilberto Kassab, Marcos Pereira e Antônio Albuquerque – Foto: reprodução Instagram

Rui Palmeira participa de reunião, em Brasília, ao lado de Gilberto Kassab, Marcos Pereira e Antônio Albuquerque – Foto: reprodução Instagram

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Uma união que trará muita dor de cabeça para os demais concorrentes e possivelmente, chegará ao segundo turno, e se não chegar, tirará votos de alguém muito forte.

Comments are closed.