Em discurso, Paulo Dantas dá tom da campanha e “alfineta” Rodrigo Cunha
   16 de maio de 2022   │     7:23  │  4

O novo governador de Alagoas iniciou sua gestão mostrando marca própria. Será dele o peso das decisões, para o bem e para o mal – ainda que tenha inegável aliança com seus ex-colegas de Assembleia Legislativa, que o elegeram para o cargo nesse domingo (15/05), ao lado do vice-governador José Wanderley Neto.

Paulo Dantas começou o governo nomeando uma nova equipe, recheada de nomes técnicos e com maioria de mulheres no primeiro escalão (veja aqui), composição que seria inédita entre os Estados brasileiros.

Foi o cumprimento de “promessa de campanha” anunciada no discurso de posse. Um discurso que teve afagos para o ex-governador Renan Filho e alfinetadas para um dos seus principais adversários, o senador Rodrigo Cunha (União Brasil), pré-candidato a governador de Alagoas.

No discurso, Paulo Dantas enaltece Renan Filho: “Um cabra arretado lá de Murici, que alguns chamam de Renan Filho, o povo carinhosamente chama de Renanzinho e eu aqui vou chamar de melhor governador da história de Alagoas”, para em seguida dá uma alfinetada no adversário ( que fez parte e do governo de Téo Vilela, que antecedeu o de Renan Filho): “Quem não lembra como ele recebeu esse estado, a tragédia que foi o governo anterior? Como é triste recordar da escalada da violência, com o interminável trocatroca de secretários e comandantes da polícia, estradas em péssimo estado de conservação. Alagoas era uma terra arrasada.”

Ao falar da sua eleição, com 21 votos dos deputados estaduais, mais uma “alfinetada” no concorrente que se posicionou contra a eleição e foi um dos articuladores da “judicialização”, que atrasou a votação em 15 dias.

“Esses 21 votos são na verdade os votos de quase 1 milhão e 500 mil alagoanos que votaram em vocês. Vocês são os representantes do povo alagoano. E ser contra o desejo do povo alagoano é ser contra a democracia. Sei que vivemos tempos difíceis no nosso país, com flertes autoritários. Na eleição de outubro vai ficar claro quem está do lado da democracia e quem está do lado do autoritarismo. Hoje, aqui, mais uma vez a democracia venceu.”, cutucou Paulo Dantas.

E durante o discurso, mais uma “indireta” de Paulo Dantas: “Alagoas sabe que pode confiar em mim. Sou ficha limpa, estou no mesmo partido há 20 anos. Não sou desses que saem voando de partido em partido com a chegada das eleições em busca de dinheiro. Eu sempre tive lado, o lado do povo alagoano.”

Embate

No discurso, Paulo Dantas fez acenos para o eleitorado de Maceió, apontou como prioridade a área social, mas deixou claro qual será o tom de campanha e quem escolheu, desde já, como principal adversário.

O embate está apenas entrando numa nova fase. Paulo Dantas, o menos conhecido dos candidatos com melhor pontuação nas pesquisas, tem a seu favor a vitrine do governo de Alagoas e a “caneta na mão”.

Para tirar a diferença em relação aos seus dois principais concorrentes, Rui Palmeira (PSD) e Rodrigo Cunha, que ficaram na liderança, respectivamente, das últimas duas pesquisas registradas em Alagoas, o novo governador promete trabalhar “pesado”.

“Eu estou preparado e com muita vontade de trabalhar. O pessoal até brinca comigo que eu sou “Paulo pra toda obra”. Quem estiver comigo sabe que vai ter que trabalhar pesado. E o grande desafio é justamente fazer com que Alagoas siga mudando, transformando a vida de nossa gente”., afirmou.

Se Paulo vai conseguir? Ele terá quatro meses e meio para conquistar o alagoano, 15 dias a menos do que teria se tivesse sido eleito no prazo previsto (2 de maio). Terá que correr ainda mais do que imaginava e, claro, que ainda deverá contar com outras “pedras no caminho” preparadas por seus adversários. Mas essa é outra história.

Leia o discurso na íntegra

Veja aqui na íntegra o discurso de Paulo Dantas: discurso paulo dantas

 

Saiba mais: MULHERES SÃO MAIORIA NO PRIMEIRO ESCALÃO DO GOVERNO PAULO DANTAS

COMENTÁRIOS
4

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Falou o psote!

    Quem tem coragem de ser poste do Clã Calheiros e do Deputado Elétrico MV não tem moral para falar de ninguém!

  2. Josiklay Farias

    Em outubro o povo lhe dará a resposta, excluindo vc, RF e tantos outros da vida pública e que nunca fizeram nada para o povo alagaono

  3. Pense nisso!

    Quem é PD para falar de Rodrigo Cunha?
    Analise a trajetória de ambos e veja quem foi o deputado estadual apagado, o prefeito inexpressivo e o poste do Calheiros e do Deputado Elétrico Marcelo Victor!

Comments are closed.