Vaga de vice-governador está “indefinida” em todas as chapas… todas!
   20 de maio de 2022   │     22:52  │  1

Pré-candidato a governador pelo PSD, Rui Palmeira foi nesta sexta-feira a Arapiraca. Deu entrevistas em várias emissoras de rádio, conversou com jornalistas e recebeu muitos apoios políticos. Inclusive de lideranças do Republicanos, partido que deve indicar o nome do candidato a vice ou a governador de sua chapa.

Na semana passada, ao anunciar aliança entre PSD e o Republicanos (veja aqui) informou que o empresário de Arapiraca, Celso Pessoa, não poderia ser candidato a vice, em função de compromissos empresariais.

Ainda assim, alguns veículos deram destaque a “desistência” do empresário Celso Pessoa em disputar a vice ao lado de Palmeira.

Eleito vice-governador no domingo (15/05), o médico José Wanderley Neto (MDB), manteve a pré-candidatura a deputado estadual. E disse que a escolha do nome para disputar a vaga de vice do governador Paulo Dantas (MDB), será feita na convenção, em agosto.

Zé Wanderley pode continuar como vice? Pode. Mas deixa em aberto a possibilidade para que o governador tenha a possibilidade de fechar alianças com outros partidos ou “reforce” o palanque com outro nome.

O senador Rodrigo Cunha (União Brasil) já escolheu a deputada estadual Jó Pereira para compor a chapa como vice. Mas ainda vai ter que “desatar” o nó da Federação PSDB/Cidadania, que tem um pré-candidato ao governo. O ex-deputado federal Régis Cavalcante foi lançado pré-candidato ao governo pelo Cidadania. E o partido promete levar até a “última instância” o direito de ter um candidato majoritário em Alagoas.

Essa semana, Régis conversou com o presidente do PSDB em Alagoas, deputado federal Pedro Vilela e tem encontro marcado, avisa o jornalista Wadson Régis, com o presidente de honra do PSDB, o ex-governador Téo Vilela.

O cenário atual é de incertezas para quem quer ser vice, mas com algumas definições já em andamento.

Rui Palmeira, tudo indica, terá ao seu lado um nome do Republicanos, que deverá ser anunciado antes da convenção.

Paulo Dantas decidirá também mais próximo da convenção se mantém ou não Zé Wanderley na vice.

Já Rodrigo Cunha só não manterá Jó Pereira se não conseguir fechar coligação com a federação. Mas essa é outra história.

(O “todas” do título se refere as chapas consideradas “competitivas”, que fique claro).

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Caro Edivaldo, um nome que não pode ser descartado é Ronaldo Lessa. Sabemos que é um nome que soma em qualquer candidatura. Já foi vereador, prefeito, governador, deputado federal e atualmente é vice-prefeito de Maceió. Sabemos que a vontade de Ronaldo Lessa é o Governo do Estado ou o Senado Federal, mas o desgaste politico por compor a administração JHC não ajuda Ronaldo Lessa a tentar voos mais altos, mas como vice de alguma chapa, certamente o nome somará.

Comments are closed.