JHC vai liderar a formação de uma nova “AMA”
   25 de maio de 2022   │     23:27  │  0

O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PSB) aceitou o convite para liderar a formação de uma nova associação dos municípios, nos moldes da AMA, que é presidida atualmente pelo prefeito de Cacimbinhas, Hugo Wanderley (MDB).

As divergências internas na AMA, intensificadas agora em função do período eleitoral, ganharam novo patamar em função de questões que envolvem da partilha de recursos da concessão do saneamento na região metropolitana da capital – de cerca de R$ 2 bilhões.

Nesta quarta-feira (25/05) uma discussão interna no grupo de Watsapp de prefeitos da Associação dos Municípios Alagoanos “vazou”. Trechos de um desabafo do prefeito de Santa Luzia do Norte, Márcio Lima (PP) foram reproduzidos pelo jornalista Ricardo Mota em seu blog.

O prefeito teria se posicionado contra participação do presidente da AMA em live realiza pelo governador Paulo Dantas (MDB) para anunciar medidas emergenciais em função dos problemas decorrentes das fortes chuvas. Mas também tratou da questão dos recursos: “Sobre a divisão do dinheiro da BRK, o prefeito de Santa Luzia foi enfático: – Eu não quero esmola, quero o que é meu.”, registrou Mota.

O grupo que JHC vai liderar tem muitos prefeitos do PP e de outros partidos ligados ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

E, tudo indica, sob a liderança do prefeito de Maceió será possível criar uma nova associação com até 50 prefeitos ou 50% dos municípios alagoanos. A nova associação teria a participação de grandes cidades como Maceió, além de outros municípios que tem influência direta da oposição estadual, a exemplo de Rio Largo, Teotonio Vilela e Campo Alegre.

Esta não é a primeira vez que a Ama enfrenta situações desse tipo. Sob o argumento de que a entidade favorecia mais um grupo político do que outro, algumas cidades chegaram a suspender ou reduzir os repasses mensais para a associação. A criação de uma nova entidade, no entanto, é uma iniciativa que pode provocar um racha na representação dos prefeitos.

Na live

O presidente da AMA participou de reunião com o governador Paulo Dantas em que foram anuncias medidas de socorro a cidades atingidas pelas fortes chuvas. O governo vai decretar situação de emergência.

Leia aqui, na íntegra: Governo do Estado vai decretar situação de emergência em Alagoas devido às fortes chuvas