Pré-candidato a governador denúncia pressão de “forças ocultas” em AL
   25 de junho de 2022   │     16:46  │  1

A nota assinada pelos presidentes do PSDB no Brasil, Bruno Araújo e em Alagoas, deputado federal Pedro Vilela, abrindo diálogo e possibilidade de aliança com o União Brasil ganhou forte repercussão na Federação PSDB/Cidadania no Estado.

Pré-candidato ao governo, o jornalista e ex-deputado federal Régis Cavalcante prestou solidariedade a Pedro Vilela. Para ele o deputado teria concordado em assinar a nota após ser pressionado.

Em vídeo nas suas redes sociais, Cavalcante diz que soube da nota, “falando da necessidade de fazer unidade política fora do âmbito da federação” e em seguida prestou solidariedade a Vilela.

“Eu quero prestar a minha inteira e absoluta solidariedade ao deputado Pedro Vilela. Sei que está havendo muita pressão, forças ocultas, externas aos interesses da federação e sobretudo da democracia desse país, que forçam situações desta natureza”, disse.

Régis promete nacionalizar sua pré-candidatura ao governo, se preciso. “Volto a afirmar, eu sou pré-candidato a governador de Alagoas. Vamos manter nossa pré-candidatura e levaremos inclusive ao colegiado nacional da federação, como determina as regras da federação PSDB/Cidadania. Isto não é uma questão isolada de quem quer que seja, é uma questão que deve ser discutida no âmbito da federação”, apontou.

O pré-candidato encerra o vídeo reafirmando que Pedro sofreu uma pressão absurda. “Nós estamos solidários com o Pedro nessa pressão absurda, violenta, que ele vem sofrendo. Solidariedade ao Pedro e vamos em frente. Federação neles”, afirmou.

Veja aqui o vídeo de Régis Cavalcante:  🇧🇷 Regis Cavalcante no Instagram: “Estamos firmes com a nossa pré-candidatura de governador de Alagoas. A instância que decide candidaturas e alianças nos Estados é a…”

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Alagoanoraiz

    Não consigo compreender. Me explique “froids”. Como um cara, em todas as pesquisas, tem 1% das intenções de voto quer ser candidato, ou pior, manter uma candidatura – O valor é menos de 1 real. Quer negociar 1 cargo no primeiro escalão. Porém com um percentual desse se pode sonhar com 3° escalão.

Comments are closed.