Coligação de Rodrigo Cunha pode perder mais um partido
   10 de agosto de 2022   │     23:13  │  1

No dia da realização da convenção do União Brasil (30/08) a coligação Alagoas Merece Mais, que tem o senador Rodrigo Cunha (UB) como candidato a governador seria formada por nove partidos Federação PSDB/Cidadania, PP, UB, PDT, Podemos, PL, PSB e Solidariedade.

Desde então, a coligação começou a sofrer baixas. A primeira legenda a desembarcar foi a do PDT, de Ronaldo Lessa, que se coligou com o MDB de Paulo Dantas. Em seguida, o PL, que estava sob coordenação de Arthur Lira confirmou coligação com o PTB de Fernando Collor.

Depois de realizadas as convenções, em 5 de agosto, novas baixas foram confirmadas. O Podemos se coligou com o MDB e o PSB de JHC decidiu sair isolado, sem candidato a governador.

Uma nova baixa deve ser confirmada essa semana na Justiça Eleitoral.

O Solidariedade, de Paulinho da Força, está mergulhado num verdadeiro imbróglio em Alagoas. O partido registrou três convenções no Estado. Em uma, decidiu coligar com Paulo Dantas. Na outra, confirmou coligação com Paulo Dantas.

“O problema é que essa convenção que realizaram no dia 5, que fez a opção pelo Rodrigo Cunha, está cercada de irregularidades. O processo é tão estranho que a reunião do partido foi convocada para um endereço residencial, para a casa de uma dirigente partidária, o que fere a legislação”, aponta um influente interlocutor envolvido no “imbróglio”.

Segundo o interlocutor, a outra convenção foi realizada no dia 2 de agosto, dentro do rito processual normal. “Esse outro grupo alega ter conseguido uma liminar para fazer a convenção no dia 5, mas estranhamente, como será comprovado em juízo, a liminar só foi expedida no dia 6 de agosto”, resume.

Se a Justiça acatar como válida a convenção do dia 2 e não a do dia 5, a coligação de Rodrigo Cunha sofrerá mais uma baixa – e significativa. São cerca de 15 segundos do tempo do Guia Eleitoral que sairão do candidato do UB para reforçar o tempo do candidato do MDB.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Marcelo

    Políticos paroquiais querendo fazer frente aos profissionais de politica, essa candidatura vai derreter igual a manteiga no sol e Paulo Dantas vai obter uma vitória acachapante nas urnas, derrotando a vanguarda do atraso da extrema direita que se espalhou em diversas frentes.

Comments are closed.