No lugar de votos, vacina: candidato faz pausa na campanha para fazer apelo a pais e mães
   27 de setembro de 2022   │     18:22  │  0

Apenas nove municípios de Alagoas atingiram a meta de vacinação contra a poliomielite no 2º quadrimestre de 2022.

A doença, que pode provocar a paralisia infantil, apesar de aparente controle, causa preocupação, especialmente para quem conhece de perto a realidade da saúde pública no Brasil.

Ex-secretário de Saúde de Alagoas, Alexandre Ayres, decidiu fez uma pausa na sua campanha a deputado estadual para incentivar pais e mães a vacinar seus filhos.

Nesta terça-feira (27/09), Ayres divulgou vídeo fazendo apelo para que pais e responsáveis levem as crianças para se vacinar contra a poliomielite.

Ayres reforça que a campanha para vacinação em Alagoas segue até o dia 30. A poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil, estava erradicada, mas aparecimento de novos casos da doença tem preocupado a comunidade da saúde em todo o mundo.

“Na qualidade de ex-secretário estadual de saúde e no compromisso que eu tenho com as famílias alagoanas, eu parei um pouco minha campanha para fazer esse vídeo e chamar atenção para um dado que tem me chamado bastante atenção, que tem me preocupado bastante. Aqui em Alagoas, nós temos baixos índices de vacinação das crianças contra a poliomielite, mais conhecida como paralisia infantil, mas aparecimento de casos nos Estados Unidos tem chamado a atenção de cientistas e profissionais em todo o mundo. A gente não pode correr esse risco”, disse Ayres.

Alexander fez um apelo para que os prefeitos e secretários municipais de saúde dos municípios alagoanos retomem o foco e acelerem a vacinação contra a paralisia infantil das crianças entre um e quatro anos de idade.

“A vacina é oral, não dói nada e protege nossas crianças contra o risco de uma doença muito grave”, aponta.

Alexandre Ayres, candidato a deputado estadual