Category Archives: Agronegócios

Etanol mais barato em Alagoas? Agora só falta governo publicar decreto
   27 de setembro de 2021   │     8:40  │  0

O presidente Jair Bolsonaro antecipou a venda direta de etanol da usina para os postos de combustíveis. A medida promete aumentar a competitividade no setor, reduzir custos operacionais e pode baratear o preço final para o consumidor.

Em Alagoas, a venda direta pode começar assim que o governo de Alagoas publicar o decreto de regulamentação.

Segundo diversas fontes ouvidas pleo blog, o documento já está pronto, aguardando apenas publicação no Diário Oficial do Estado.

De acordo com o secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, o decreto define regras para tributação do etanol na venda direta.

A usina ou destilaria autônoma que optar pela venda direta vai atuar em regime de ST (Substituição Tributária), mesma modalidade do segmento hoje. Em Alagoas, empresas como Petrobras atuam no setor através de ICMS ST.

A expectativa do secretário é que a venda direta reduza custos de logística, dando condições para queda no preço ao consumidor. Outra vantagem é que a venda direta pode acabar com o “passeio” do etanol alagoano, que em alguns casos precisa ir a Pernambuco para ser misturado à gasolina e depois retornar ao Estado – no caso do anidro.

Mas não é só a venda direta que vai resolver. O preço da gasolina tem grande influência no mercado de etanol no Brasil.  E quanto mais caro o combustível fóssil, mais caro o derivado da cana-de-açúcar. O preço também não deve cair do “dia pra noite”. As usinas que quiserem entrar nesse mercado vão ter que montar uma logística apropriada e arcar com custos de distribuição.

A venda direta, no entanto, deve trazer um benefício imediato para o setor sucroenergético de Alagoas. As usinas passam a ter mais uma opção de comercialização e podem fortalecer suas estratégias de negócios, com benefícios para toda a cadeia produtiva.

 

Saiba mais: Bolsonaro antecipa venda direta de etanol e flexibilização a postos bandeirados

BB atende Collor e dá até 95% de rebate na renegociação de dívidas rurais
   24 de setembro de 2021   │     19:58  │  1

O Banco do Brasil anunciou um programa de renegociação de dívidas dos pequenos produtores rurais do Nordeste que vai garantir desconto de até 95% sobre as dívidas. Em Alagoas, cerca de 80 mil agricultores e pecuaristas enfrentam a ameaça de execução judicial de suas propriedades e podem ser beneficiados pela medida.

O programa do BB foi apresentado ao presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo. O senador Fernando Collor reuniu-se, nesta sexta-feira (24), com o presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, para conhecer detalhes da iniciativa do banco. O encontro foi realizado na sede do Banco do Brasil, em Brasília.

Atendendo demandas dos pequenos agricultores, Collor mobilizou o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, que sinalizaram que uma solução seria construída.

“O presidente do Banco do Brasil disse que a instituição fará uma campanha de veiculação nacional, chamando todos agricultores que estão com dívidas para renegociar os seus débitos com condições únicas. O desconto pode chegar a 95%”, antecipa Collor.

Saiba mais: A pedido de Collor, Banco do Brasil elabora programa para renegociação de dívidas de pequenos agricultores rurais 

Presidente do BB Fausto Ribeiro e Senador Collor no Banco do Brasil

Parceria confirmada: ACA e OAM garantem mais uma vez sucesso da Expoagro
   14 de setembro de 2021   │     20:55  │  0

O que é bom é para mostrar. É com esse espírito que a Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) e a Organização Arnon de Melo (OAM) renovaram a parceria que começou desde o início dos anos 2000, para a realização da Expoagro/AL.

Desde o princípio, o trabalho conjunto entre ACA e OAM garante a divulgação da exposição junto ao público do Estado, fortalecendo a imagem do evento e do agronegócio.

A Expoagro é divulgada em todos os veículos da OAM não só através de anúncios publicitários, mas também de conteúdo jornalístico.

A parceria foi renovada nesta terça-feira (14/09) durante reunião realizada entre o presidente da ACA, Domício Silva e o diretor executivo da OAM, Luiz Amorim

“A Gazeta também participa da organização da exposição, especialmente nas atrações mais voltadas ao público”, pontua Domício Silva.

“E o mais importante é que a parceria com o agro não se resume ao evento. Durante todo o ano, a OAM abre espaço importante para divulgar o trabalho realizado pelo setor produtivo rural em nosso “Estado”, reforça l presidente da ACA.

“O nosso compromisso com o setor produtivo é permanente. Acreditamos e incentivamos porque acreditamos que ele possa gerar riqueza e renda para as pessoas, para nosso Estado. Por isso é importante apoiar e valorizar um evento tão grande e importante como a Expoagro que mostra o trabalho do nosso produtor rural”, aponta o diretor executivo da OAM.

A realização da exposição, mesmo em momentos mais difíceis como a pandemia, reforça segundo Luiz Amorim, o compromisso o público e o setor produtivo.

“A Expoagro, hoje, é um evento que está no nosso calendário. Com atividades renovadas e mais modernas, buscamos melhorar a cada ano. Em 2020 vencemos o desafio de fazer um evento cumprindo todas as regras e protocolos da pandemia, assegurando a segurança do público e dos expositores. Não restam dúvidas que a Expoagro 2021 será melhor que a anterior e mais uma vez a maior exposição do Norte e Nordeste., aponta Amorim.

Ljiz Amorim e Domício Silva renovam parceria entre ACA e OAM

Versão oficial

Veja texto da assessoria

ACA e OAM renovam parceria para a realização da 71ª Expoagro/AL

A Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) e a Organização Arnon de Melo (OAM) renovaram a parceria para a realização da 71ª Exposição Agropecuária de Produtos e Derivados de Alagoas (Expoagro/AL). Em reunião realziada nesta terça-feira,14, o presidente da ACA, Domicio Silva, apresentou o projeto deste ano, que vai acontecer de 23 a 31 de outubro, ao diretor Executivo da OAM, Luís Amorim.

Segundo o presidente da ACA, a parceira com a OAM fortalece o setor. “A OAM é uma instituição que tem ofertado apoio constante ao setor na missão de aproximar o campo e a cidade. Importante parceiro, que vem nos ajudando a construir novos horizontes e a valorizar a produção do agronegócio de Alagoas”, afirmou o presidente da ACA, Domicio Silva.

A OAM faz parte do grupo de correalizadores da Exposição e reforça as ações da Expoagro/AL há mais de vinte anos. Apesar da suspensão dos shows, que vinham tradicionalmente sendo promovidos pela Organização, a Expoagro continuará mostrando ao público conteúdo diferenciado para a população, segundo a avaliação de Luís Amorim.

“A Expoagro é um evento de muita tradição, que realça os valores da nossa terra em todas as suas atividades. Hoje não restam dúvidas sobre a força da Exposição para consolidar os negócios e ampliar essa que é a principal vitrine para os produtos do nosso agronegócio, sendo constantemente destaque nacional”, destacou Amorim.

A Exposição acontecerá de forma presencial no Parque da Pecuária,em Maceió/AL, aos moldes de sua edição passada, com limitação de público e restrições sanitárias. Entre as atrações confirmadas para esse ano estão as etapas da Mega Leite 2021 e o Encontro Nordeste da Raça Girolando, além de nove leilões, julgamentos das raças, palestras e a Expoagrinho.

Renan Filho e Maykon Beltrão confirmam Expoagro e Expo Bacia Leiteira
   13 de setembro de 2021   │     21:38  │  1

O governo do Estado confirmou a realização de dois dos mais importantes eventos agropecuários do Nordeste em Alagoas: Expoagro e Expo Bacia Leiteira.

As exposições serão realizadas com público, mas sem shows. O Estado vai autorizar a realização de ventos presenciais, a exemplo de leilões e palestras, mas com capacidade de público reduzida.

A expectativa é que os dois eventos, programados para outubro, em Maceió e Batalha, reúnam criadores de todo o Brasil, principalmente do Nordeste.

Durante reunião nesta segunda-feira (13/09), o presidente da Associação dos Criadores de Alagoas, Domício Silva, apresentou a programação dos dois eventos e plano de segurança sanitária para o público. O governador Renan Filho e o secretário de Agricultura, Maykon Beltrão, confirmaram a realização das exposições, dentro dos decretos do plano de distanciamento social controlado do Estado.

O governo também vai participar diretamente das exposições através da Secretaria de Agricultura (Seagri). Os eventos, na avaliação do governador serão uma oportunidade para mostrar a força do agro, um setor que tem conseguido crescer em Alagoas, mesmo durante a pandemia.

“Fico feliz pelo desempenho do agronegócio e sua contribuição para o fortalecimento do nosso PIB, bem como pelo patamar de segurança sanitária alcançado”, antecipa o governador.

Domicio Silva, Renan Filho e Maykon Beltrão, confirmam realização da Expoagro e da Expo Bacia Leiteira

Versão oficial

Veja textos produzidos pela assessoria

Renan Filho confirma participação na Expo Bacia Leiteira e Expoagro/AL

O governador Renan Filho confirmou a participação e apoio do Governo de Alagoas aos dois maiores eventos da agropecuária de Alagoas, a 38ª Expo Bacia Leiteira e 71ª Expoagro/AL, que acontecem em outubro.

A confirmação foi dada após uma reunião de apresentação dos projetos das exposições, nesta segunda-feira,13, com o secretário de Agricultura, Mykon Beltrão e o presidente da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA), Domicio Silva.

A programação técnica de ambos os eventos foi adaptada e será desenvolvida dentro dos protocolos sanitários autorizados pelo Estado, conforme a liberação para eventos agropecuários já concedida ao setor.

Além de visitar a Exposição, o governador antecipou que sua participação será efetiva com anúncio de medidas para o segmento. “Fico feliz pelo desempenho do agronegócio e sua contribuição para o fortalecimento do nosso PIB, bem como pelo patamar de segurança sanitária alcançado. São eventos importantes, com a finalidade de agregar conhecimento e que, sobretudo, vem fortalecendo o trabalho do pequeno agricultor. Vamos anunciar medidas de desoneração da produção, facilitar acesso ao crédito e estimular a assistência técnica”, antecipa o governador.

Após a formalização do convite ao governo em nome da agropecuária de Alagoas, o presidente da ACA, Domicio Silva, agradeceu a parceria do Governo do Estado.

“A Expoagro é a nossa maior vitrine e vem sendo reconhecida como esse grande laboratório para o segmento dos eventos do agro pelo sucesso da edição passada, sendo exemplo para o País. A Expo Bacia também vem muito forte, com o maior torneio leiteiro do nordeste e promovendo a inclusão produtiva dos agricultores familiares. Dois eventos que contam com o apoio e reconhecimento importante do nosso estado”, salientou Domicio.

A Secretaria de Agricultura promete novidades para a sua participação nas Exposições, segundo o secretário Maykon Beltrão. “A Seagre vem ajudando na organização dos dois eventos, oferecendo atividades técnicas e atendimento presencial nos dois eventos, a Expo Bacia e na Expoagro. Devemos ressaltar o empenho do governador Renan Filho, que em seu governo decretou uma série de medidas em desoneração de diferentes cadeias produtivas e buscou aumentar a produtividade desse setor”, destaca o secretário Maykon.

Calendário

A 38ª Expo Bacia Leiteira vai abrir o calendário de exposições do segundo semestre em Alagoas, de 6 a 9 de outubro, no Parque Mair Amaral, em Batalha/AL. A exposição é focada no desenvolvimento da atividade leiteira sua programação conterá atividades técnicas como cursos, palestras, encontros de criadores e comercialização de bovinos. O evento ainda será responsável pelo maio Torneio Leiteiro do Nordeste, que será exclusivo para agricultores familiares, e terá premiação de R$ 40 mil.

Já a Exposição Agropecuária de Produtos e Derivados Alagoas (Expoagro/AL) fará sua 71ª edição no Parque da Pecuária, de 23 a 31 de outubro, com a expectativa de reunir mais de 800 animais em julgamento, provas e leilões. O evento é considerado vitrine para a genética da pecuária brasileira e deve reunir rebanhos de toda Região. Ambos os eventos deverem gerar receitar de aproximadamente R$10 milhões.

Com ajuda da chuva, safra de cana pode chegar a 19 mi de toneladas em AL
   11 de setembro de 2021   │     18:37  │  0

É consenso no setor. A safra de cana-de-açúcar 21/22 será maior em Alagoas que a anterior. Produtores independentes, usinas e técnicos apontam para uma produção superior a 18 milhões de toneladas. E se a chuva “ajudar”, pode chegar a 19 milhões de toneladas.

As principais estimativas apontam para uma colheita de 18,5 milhões a 18,8 milhões, podendo ser um pouco maior se o verão for chuvoso no Estado.

Estamos falando de um crescimento no volume da produção agrícola entre 8,6% e 11,5%.

Será, no caso de Alagoas, uma safra de recuperação. O Estado tinha média de 25 milhões de toneladas por ciclo e caiu a 13,7 milhões há apenas 5 anos.

A atual safra, iniciada em agosto, conta com 15 usinas em operação no Estado e mais de 5 mil fornecedores de cana, que devem produzir de 6,7 milhões de toneladas no ciclo atual.

Versão oficial

Veja texto produzido pela assessoria do Sindaçúcar-AL

Clima favorável pode ampliar produção de cana na safra 21/22

Com a safra 21/22 em andamento desde agosto passado, tendo a expectativa de moer mais de 18 milhões de toneladas de cana, o assessor Técnico do Sindaçúcar-AL, Cândido Carnaúba, afirmou a produção do setor poderá ser ainda maior caso o clima seja favorável a lavoura da cana.

“O primeiro levantamento apontou 18,5 milhões de toneladas. Mas, acredito que se a gente tiver um verão um pouco mais chuvoso, o setor pode chegar a 19 milhões de toneladas processadas. Contudo, se houver um verão muito seco, isso irá impactar na cana que será colhida a partir de dezembro”, declarou Carnaúba.

De acordo com o técnico, como agosto foi considerado um mês com bons índices pluviométricos, há uma tendência de que o solo tenha obtido uma maior saturação de água. “E essa saturação pode chegar até dezembro, beneficiando diretamente o canavial”, completou.

Carnaúba afirmou ainda que nos três últimos ciclos, Alagoas registrou uma melhoria na safra tanto na produção, quanto na parte de rentabilidade.

“Com isso, vem ocorrendo uma recuperação das perdas econômicas. Esse cenário proporciona um maior investimento em irrigação, adubação e plantio. Nas últimas duas safras o plantio aumento de forma substancial. Canavial novo, resulta em maior produção de cana. Muitas usinas começaram a reinvestir em irrigação e na parte industrial. Tudo isso, tende a melhorar a produção como um todo”, finalizou o assessor Técnico do Sindaçúcar-AL.