Category Archives: Política

JHC toma gosto e promete “terceira via” forte em 2018
   19 de novembro de 2017   │     18:39  │  1

O “sentimento” de que existe um enorme vazio na política alagoana pode viabilizar a construção de uma nova opção para as eleições de 2018.

O presidente estadual do PSB, deputado federal João Henrique Caldas, continua enxergando – faltando menos de um ano para as eleições – a possibilidade de viabilizar a chamada “terceira via”, que surgiria como uma alternativa aos dois grupos “que se revezam no poder” há vários anos.

“Tenho conversado com lideranças políticas e formadores de opinião. Sinto que as pessoas estão cansadas desse jogo velho, com os dois grupos e as mesmas pessoas se revezando no poder. Me coloquei a disposição para ajudar na construção de uma nova opção e estou ouvindo as pessoas. Se depender de minha vontade, teremos um palanque forte não só nas chapas proporcionais, mas também na majoritária, para vencer as eleições em 2018”, aponta JHC.

Nomes? JHC diz que o grupo que poderá ser liderado pelo PSB tem opções viáveis para todos os cargos: “temos nomes para o Senado, governo, federal e estadual. Mas não podemos adiantar agora, para evitar a pressão dos grupos tradicionais, que é muito forte”, pondera.

JHC segue conversando com dirigentes de partidos que não estão atrelados, hoje, nem ao grupo de Renan Filho, nem de Rui Palmeira. “Essa nova regra, que permite que coligações que não alcançaram o quociente eleitoral, tanto para estadual quanto para federal, facilita muito a composição. Em breve, teremos novidades”, aponta.

Memória: feriado da consciência negra em Alagoas, foi iniciativa de João Caldas
     │     15:32  │  0

Existe, até hoje, uma grande confusão do que é ou não feriado em Alagoas. O Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, foi estabelecido como feriado estadual por iniciativa de João Caldas, que foi deputado estadual entre os anos de 1995 e 1999.

Ainda no primeiro ano de mandato ele apresentou o projeto, que virou a Lei nº 5.724 de 01/08/1995.

Caldas avisa que na próxima segunda-feira vai à Serra Barriga, em União dos Palmares, para comemorar a data, que considera uma das mais importantes de Alagoas.

O ex-deputado continua trabalhando na construção da FAB – “Frente Alagoana do Bem” e avisa: “teremos candidatos fortes ao Senado e ao governo. Aguardem cartas”.

Veja a Lei:

Lei nº 5.724 de 01/08/1995

Publicado no DOE em 1 ago 1995

Dispõe sobre feriado estadual 20 de novembro – dia da morte do líder negro zumbi dos palmares.

O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso das atribuições que lhe confere o parágrafo 6º do artigo 89 da Constituição Estadual, Promulga a seguinte Lei:

Art. 1º – Fica considerado Feriado Estadual, o dia 20 de novembro – Morte do Líder Negro Zumbi dos Palmares.

Art. 2º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

SALA DAS SESSÕES DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE ALAGOAS, em Maceió, 01 de agosto de 1995.

ANTÔNIO ALBUQUERQUE

Presidente

Leia aqui, na íntegra: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=116708

Brasileiro trabalha pouco? “Temer zomba dos Brasileiros”, diz Renan em vídeo
   17 de novembro de 2017   │     19:02  │  0

O brasileiro trabalha pouco, ganha muito e se aposenta cedo. Certo? Claro que não. Essa realidade existe sim, mas para poucos – muito poucos. Esse no entanto é o “tom” de uma nova campanha publicitária que o governo federal lançou nesta sexta-feira, 17, para tentar reduzir a rejeição à reforma da Previdência.

A reação foi imediata. Pelas redes sócias, Renan Calheiros diz que Michel Temer “zomba dos brasileiros” com a nova campanha, cujo objetivo, segundo reportagem do UOL é aprovar a reforma no Congresso até o final do ano. O discurso terá como foco o fim dos privilégios entre servidores públicos e funcionários do setor privado.

A mensagem dos vídeos é de que, nas palavras de um dos envolvidos no processo, “tem muita gente no Brasil que trabalha pouco, ganha muito e se aposenta cedo”. Outros pontos principais da reforma, como o aumento da idade mínima para homens e mulheres se aposentarem e a fase de transição, também serão abordados, mas com menos ênfase por serem impopulares.

Leia aqui, a reportagem do UOL, na íntegra: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/11/16/governo-muda-tom-pro-reforma-trabalha-pouco-ganha-muito-se-aposenta-cedo.htm

A reação de Renan Calheiros

Pelas redes sociais, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) criticou a nova campanha publicitária do governo federal.

“Ele (Temer) ele manda fazer uma campanha publicitária ousada, que tem muita gente no Brasil, que trabalha pouco, ganha muito e se aposenta cedo. Isso vindo de alguém que se aposentou aos 55 anos e recebe R$ 45 mil por mês é uma zombaria”, diz o Renan Calheiros em vídeo nas redes sociais.

Veja a fala do senador, na íntegra:

“O Temer não cansa de demonstrar desrespeito aos brasileiros. No momento em que falta trabalho para 26,8 milhões de pessoas e 65% são pretos ou pardos, no momento em que cai o emprego formal com carteira assinada em 4% e cresce pouco o informal, onde o salário some e as pessoas ao invés de receber pagamento vão receber um agrado, ele manda fazer uma campanha publicitária ousada, que tem muita gente no Brasil, que trabalha pouco, ganha muito e se aposenta cedo. Isso vindo de alguém que se aposentou aos 55 anos e recebe R$ 45 mil por mês é uma zombaria”.

Veja aqui o vídeo:

PSDB perde, de uma só tacada, mais dois prefeitos para a base de Renan Filho
   16 de novembro de 2017   │     23:22  │  1

“Após posse de Rui, Vilela deixa o PSDB”. Calma lá. Este texto foi sugestão de um “amigo”. Seria uma boa “pegadinha”, argumentou. Seria mesmo… mas nem sempre o leitor entende, especialmente quando se trata de política e de paixões. E, cá para nós, também não é meu estilo. Por isso, vamos logo esclarecendo que não trata-se do Vilela Téo, mas do Vilela Henrique, prefeito de Porto de Pedras.

Eleito pelo PSDB, Henrique Vilela desembarcou do ninho tucano na noite desta quinta-feira. Quem também deixou o PSDB hoje foi a prefeita de Belém, Paula Santa Rosa. Ela assinou, junto com Henrique Vilela a ficha de filiação do PMDB em reunião realizada na sede do partido, em Maceió, com a presença de Renan Filho e de aliados importantes.

Além do governador, participaram do ato de filiação, o vice-governador Luciano Barbosa e os deputados estaduais Davi Davino Filho, Galba Novaes e Jó Pereira – estes últimos eleitos por outros partidos que, assim como os prefeitos, também migraram para o PMDB.

Com as novas baixas, o PSDB perde fôlego e densidade eleitoral em Alagoas. Vale lembrar que o partido saiu das eleições de 2016 em Alagoas com 17 prefeitos eleitos. Desde então, a legenda vem desidratando.

Em março deste ano, o PSDB perdeu, de uma só tacada, três prefeitos: Joãozinho Pereira, de Teotonio Vilela e Aldo Popular, de Porto Real do Colégio, que embarcaram no PMDB de Renan Filho e Pauline Pereira, de Campo Alegre, que foi para o PMB.

Também em março quem deixou o PSDB foi o prefeito de Pilar, Renato Filho, que ficou sem partido.

Em julho, mais dois prefeitos deixaram o “ninho” tucano de uma só tacada: Flávio Rangel, de Feira Grande, e Manuilson Andrade, de Colônia Leopoldina, que se filiaram ao PSC – partido da base do governador Renan Filho.

Agora, em novembro, de uma só tacada mais dois prefeitos bateram em retirada do ninho tucano. Fez as contas? O PSDB perdeu até o momento 8 dos 17 prefeitos eleitos em 2016. Dos 9 restam, anote aí, se “quiser” Renan Filho leva mais uns três ou quatro para a sua base.

Na “contramão”

Embalado pela força do governo e pelo bom resultado nas pesquisas, Renan Filho tem ajudado a fortalecer o PMDB. A bancada do partido na Assembleia Legislativa que começou com 4 deputados em 2015, agora tem 11 parlamentares. Em 2016, foram eleitos 38 prefeitos. Com as novas filiações, agora são 42 prefeitos.

Renan Filho segue trabalhando para aumentar sua base. Em breve, deve confirmar a aliança com o PT e ainda trabalha para atrair outras legendas que hoje estão na “oposição”.

Paulo Dantas quer crime esclarecido o quanto antes: “quem for culpado que pague”
     │     15:02  │  1

O ex-prefeito de Batalha, Paulo Dantas, vive dias de angústias. Após o assassinato de Neguinho Boiadeiro, o que ele mais quer é que o caso seja esclarecido: “quem for culpado que pague, vá preso e seja julgado. Espero que a polícia conclua o quanto antes as investigações, para que todos nossa cidade e nossa região volte viver em paz”, aponta.

Filho do presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Luiz Dantas e esposo da prefeita de Batalha, Marina Dantas, Paulo deve disputar mandato de deputado estadual em 2018. Para isso, vem construindo alianças no entorno de Batalha e em outras regiões do estado e é apontado, hoje, como um dos nomes mais fortes na disputa.

Apesar do episódio, que considera lamentável, Paulo reafirma que é candidato e vai disputar a vaga na Assembleia Legislativa pelo seu partido, o PMDB. “Eu tenho minha consciência tranquila e vou seguir firme, mas continuarei cobrando da polícia que o caso seja elucidado”, aponta.

Quanto antes a polícia descobrir os responsáveis pelo crime, melhor. O esclarecimento da morte de Neguinho Boiadeiro, cuja família tem rixa histórica com os Dantas, pode trazer a paz pode de volta ao município de Batalha.