Category Archives: Política

Vídeo: governo Temer continua a errar, diz Renan Calheiros
   20 de agosto de 2017   │     13:23  │  0

Renan Calheiros usou as redes sociais, nesse sábado, para questionar novas medidas do presidente Michel Temer. O senador criticou decisões do governo na área econômica que estariam desestruturando prejudicando milhões de brasileiros – especialmente os mais pobres.

“O governo Temer continua a errar”, diz o senador no vídeo. Renan fala ainda das reformas e do desemprego, “que ainda tiram o sono de milhares brasileiros”. Segundo o senador, o governo “na crise flexibiliza direitos, precariza o trabalho, desemprega, sub-emprega e ainda arrebenta o consumo, os salários e até a arrecadação”.

Renan Calheiros Como também condena os cortes que afetaram mais de 2 milhões de beneficiários do Bolsa Família: “estarão de volta à fome e ao desespero”. O senador também critica o achatamento salarial e diz que Michel Temer “reduz o salário mínimo, não reajusta o salários dos servidores públicos e não vota o fim dos super salários já aprovado no Senado Federal. Até onde vai essa teimosia, essa maldade?”, questiona.

Veja quem seria eleito para federal e estadual em Alagoas com o “distritão”
   19 de agosto de 2017   │     15:51  │  0

A Câmara dos Deputados deve votar, na próxima terça ou quarta-feira a proposta de reforma política que inclui, além da criação de um fundo público (nosso dinheiro) para financiar as campanhas eleitorais, a criação do Distritão – sistema que acaba com as coligações e transforma, na prática, as eleições proporcionais em majoritárias.

A reforma eleitoral prevê que serão eleitos os deputados federais, deputados estaduais e vereadores, mais votados – assim como ocorre no caso de presidente, governadores, senadores e prefeitos.

O que mudaria se essas regras já estivessem em vigor nas últimas eleições realizadas em Alagoas?

Ao contrário do que se imagina, mudaria muito pouco. É o que revela estudo feito pelo professor Marcelo Bastos (Marcelos Cursos). Pesquisador e especialista na política alagoana, Marcelo prepara um livro sobre as eleições de Alagoas e antecipou, pela redes sociais um estudo que aponta quais candidatos teriam sido eleitos em Alagoas com o chamado distrição.

“A mudança seria mínima. No caso de deputado federal, apenas uma das 9 vagas teria sido alterada. Nas eleições de deputado estadual a composição ficaria diferente apenas para 4 dos 27 parlamentares eleitos em 2014. No caso das eleições de vereador, em Maceió, a composição ficaria diferente para três dos 21 eleitos”, aponta.

Câmara Federal

Na prática, mudança ficaria de 10% a 15% dos eleitos. No caso da Câmara dos Deputados, teria sido eleito Nivaldo Albuquerque no lugar de Paulão, que foi beneficiado pelos votos da coligação partidária.

Assembleia Legislativa de Alagoas

Nas eleições de 2014, Léo da APAE, Cícero Cavalcante, Cidoca e o pastor Marcelo Gouveia seriam eleitos no sistema distrital, onde se elege os mais votados, enquanto Ronaldo Medeiros, Davi Davino, Pastor João Luiz e Carimbão Júnior estariam fora do processo, pois foram eleitos em virtude das coligações.

Câmara de Vereadores de Maceió

Nas eleições de 2016, Ana Hora, César Lira e Aroldo Martins seriam eleitos no sistema distrital, onde se elege os mais votados, enquanto Samyr Malta, Siderlane Mendonça e Luciano Marinho estariam fora do processo, pois foram eleitos em virtude das coligações.

Veja aqui o levantamento, na íntegra:distritao

Veja aqui as tabelas com o levantamento feito por Marcelo Bastos:

Nomeação de maranhense para comandar Porto de Maceió “é uma vergonha, um descaramento”
   18 de agosto de 2017   │     16:04  │  0

Depois de ler aqui, que o novo administrador do Porto de Maceió foi nomeado por indicação do “PMDB do Maranhão”, o ex-deputado e pré-candidato ao Senado pelo PSB, João Caldas, ligou para registrar indignação com o que ele classifica de “uma vergonha”.

Segundo João Caldas, “a negociata está tão descarada, tão explícita, tão suja, tao cínica que o PMDB do Maranhão vai vir administrar uma coisa dos alagoanos. Isso é um jabuti”.

Caldas vai além e diz que o “o comprometimento, a promiscuidade está tanta que o Michel Temer disse assim ‘tu fica aí comendo teu pedaço que eu preciso atender os outros’…é muita gente para cumprir os compromissos. É uma vergonha, um descaramento total”.

O pior, segundo o pré-candidato ao Senado é que as lideranças políticas de Alagoas, especialmente os que estão na base de apoio de Michel Temer, “aceita isso pacificamente”.

Para Caldas, a aceitação mostra “o nível de subserviência que certos políticos tem…na verdade estamos numa quadra da poliíica nacional em que assaltaram o país. Tiraram o PT e estão assaltando o país…de cara lisa, assaltando o país”.

Novo administrador do Porto de Maceió foi indicado esta semana

Como registrei aqui (http://wp.me/p6TEFy-46o), João Gustavo Abdalla Costa, de São Luiz, MA, foi confirmado, na quarta-feira, 16, como novo administrador do Porto de Maceió.

Ele substitui Tadeu Lira (que estava na cota do deputado federal e ministro do Turismo Marx Beltrão, do PMDB).

A mudança, como antecipei não teve nenhuma interferência do PR do ministro dos Transportes, Maurício Quintella.

A nomeação de João Gustavo Adballa, segundo informações de bastidores é ligado ao “PMDB do Maranhão”. A nomeação foi ordenada pelo Palácio do Planalto, mas ainda não se sabe de quem é a indicação política.

Renan Filho deve fechar com PT e ainda trabalha aliança com Ronaldo Lessa e JHC
   17 de agosto de 2017   │     20:18  │  1

O governador Renan Filho continua costurando apoios para ampliar sua base política. Tudo indica que ele deve trazer de volta o PT para o governo – e em breve. O Partido dos Trabalhadores já ocupou na atual gestão a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e do Trabalho.

As conversas já foram inciadas e serão retomadas na próxima semana, logo após a visita do ex-presidente Lula a Alagoas.

Vai aqui um chute: o Partido dos Trabalhadores não deve indicar nenhum secretário, mas deve levar pelo menos dois importantes órgãos do segundo escalão.

O governador também continua articulando alianças com o PDT de Ronaldo Lessa e o PSB de JHC. Não há nada de novo nesse processo, mas as conversas continuam, como registrou a Radar On Line, da Veja, ontem: “O governador de Alagoas Renan Filho (PMDB) se reuniu nos últimos dias com os deputados JHC (PSB-AL) e Ronaldo Lessa (PDT-AL) para costurar uma aliança de olho na reeleição. Com o PSB e PDT, o peemedebista teria mais algum tempinho (sempre valioso) de tela no horário eleitoral”.

Veja o que diz a Veja:

Renan Filho se reúne com deputados em busca de apoio

O governador de Alagoas Renan Filho (PMDB) se reuniu nos últimos dias com os deputados JHC (PSB-AL) e Ronaldo Lessa (PDT-AL) para costurar uma aliança de olho na reeleição. Com o PSB e PDT, o peemedebista teria mais algum tempinho (sempre valioso) de tela no horário eleitoral.

Além dos dois, o PPS, que recentemente aderiu ao governo, também deve entrar na aliança.

Leia aqui na íntegra:

http://veja.abril.com.br/blog/radar/renan-filho-se-reune-com-deputados-em-busca-de-apoio/

Novo administrador do Porto de Maceió foi indicado pelo “PMDB do Maranhão”
   16 de agosto de 2017   │     13:20  │  2

João Gustavo Abdalla Costa foi confirmado, hoje, como novo administrador do Porto de Maceió. Ele substitui Tadeu Lira (que estava na cota do deputado federal e ministro do Turismo Marx Beltrão, do PMDB).

A mudança, como antecipei na coluna Mercado Alagoas, da Gazeta de Alagoas, não teve nenhuma interferência do PR do ministro dos Transportes, Maurício Quintella.

A nomeação de João Gustavo Adballa foi confirmada nesta quarta-feira, 16, pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

Segundo informações de bastidores é ligado ao “PMDB do Maranhão”. A nomeação foi ordenada pelo Palácio do Planalto, mas ainda não se sabe de quem é a indicação política.

Quem é

Segundo informações do perfil profissional do Linkedin, João Gustavo Abdalla Costa, de São Luiz do Maranhão, é gerente comercial na Dimensão Engenharia. Na sua formação acadêmica, cursos de Comunicação Social e Publicidade e Propaganda, além de MBA em Gestão Industrial. Na atuação profissional, além da construção também tem passagens pelo mercado imobiliário do Maranhão.

Bom começo

João Gustavo deve “herdar” investimentos que chegam a R$ 100 milhões para tocar obras importantes que podem marcar sua gestão – se durar até o final do próximo ano pelo menos – como a dragagem do porto e a construção do terminal de passageiros.

Ao menos uma dessas obras já foi licitada e os recursos já estão assegurados. Depois conto mais.

O desembarque de Tadeu Lira

Após 14 meses, Tadeu Lira está se desligando da Administração do Porto de Maceió. Sua saída passa pelo PMDB. “Ordens superiores”, avisa um assessor direto do ministro dos Transportes, Maurício Quintella: “não foi uma indicação do PR, até porque a Secretaria dos Portos continua ligada ao PMDB do Senado”, aponta.

Em nota, Lira se despediu da sua jornada no posto: agradecendo ao Ministro do Turismo e Marx Beltrão e ao Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, “pelo desmedido apoio nas ações transformadoras implantadas, de modo especial, pelas obras de dragagem, modernização e requalificação, que se avizinham e deverão impulsionar positivamente toda área portuária e por conseguinte a economia alagoana”.

Elétrica

A administração do Porto de Maceió era um dos muitos cargos federais que estavam (ou está) na cota de Marx Beltrão. Tadeu Lira, que continua ligado ao ministro, pode ser indicado para a presidência da Eletrobras Alagoas. A indicação, segundo o próprio, não está confirmada. Seu nome, no entanto, está sendo analisado.