Category Archives: Política

Reviravolta: deputado pode disputar prefeitura no agreste
   16 de agosto de 2019   │     18:58  │  2

Em fase de protagonismo, a Assembleia Legislativa deve dar o tom nas eleições municipais de 2020 em Alagoas.

Os deputados vão trabalhar para eleger seus aliados nas 102 prefeituras alagoanas. E alguns devem subir no palanque como candidatos.

Entre os nomes que vem sendo especulados estão os de Ângela Garrote (PP), que deve disputar a prefeitura de Palmeira dos Índios e Ricardo Nezinho (MDB), pré-candidato em Arapiraca.

Davi Davino Filho (PP) que aparece bem posicionado nas pesquisas de Maceió, pode ser a surpresa na capital. Também na capital o deputado estadual Cabo Bebeto (PSL) é pré-candidato a prefeito, representando o grupo mais à direita.

Quem pode provocar uma reviravolta nos próximos dias é o deputado estadual Jairzinho Lira, líder do PRTB, na Assembleia Legislativa. Ele já foi prefeito de Lagoa da Canoa, um importante município do agreste alagoano e tem sido “tentado” a voltar à prefeitura.

“Tenho recebido muitos apelos para disputar a prefeitura. São lideranças, vereadores, empresários, trabalhadores me pedindo para ser candidato. Teremos um nome de oposição, que pode ser o meu ou não, nas eleições de 2020 em Lagoa da Canoa. Estamos avaliando essa possibilidade”, aponta.

Nas eleições de 2016 Jairzinho apoiou Fabiana Lira (MDB), que teve 48,74% dos votos contra Tainá do Dr Lauro (PP), que ficou com 50,79%.

O deputado avalia que mesmo com a “caneta” na mão, a atual prefeitura terá dificuldades na campanha porque faria uma gestão aquém do esperado. A votação que ele teve no município para deputado em 2018, com mais de 43% dos votos – o dobro da votação do candidato apoiado pela prefeita Tainá – seria, avalia Jairzinho, um recado da insatisfação do eleitor com a atual gestão.

“Tenho compromisso com a população. Vou trabalhar para que Lagoa da Canoa tenha uma administração melhor a partir de 2021. Vamos unir os grupos de oposição e apresentar uma proposta para resgatar a gestão e dar um novo rumo para o município”, aponta.

Vagas

A participação dos deputados nas eleições municipais pode mudar, mais à frente, a composição da Assembleia Legislativa. Se Nezinho vencer em Arapiraca, o ex-deputado Ronaldo Medeiros volta à Casa. Se Ângela ou Davino vencer, quem reassume o mandato é Val Gaia. No caso de Jairzinho, o primeiro suplente é André Monteiro.

Deputado Jairzinho Lira pode ser candidato a prefeito em Lagoa da Canoa

“Inimigos” políticos ficam cara a cara durante inauguração em Delmiro Gouveia
   15 de agosto de 2019   │     23:34  │  0

A política tem o “poder” de separar amigos, familiares e antigos aliados. É do jogo. Não é sempre, mas a mesma força que afasta, também aproxima.

A ida do governador Renan Filho (MDB) a Delmiro Gouveia nesta quinta-feira, 15, foi um desses momentos. Lá estavam ao seu lado, para inaugurar a duplicação da rodovia AL 145 (trecho que liga a sede do município à BR 423, no povoado Maria Bode) dois dos maiores adversários – senão inimigos – políticos do sertão alagoano.

Cara a cara o atual e o ex-prefeito de Delmiro Gouveia, padre Eraldo e Lula Cabeleira, ajudaram a descerrar a placa de inauguração.

O que disseram um para o outro? A foto não conta essa história. Mas dá para imaginar o que os dois poderão dizer nas eleições do próximo ano, quando provavelmente estarão disputando a prefeitura.

Em 2012, Lula Cabeleira era prefeito e enfrentou Padre Eraldo na oposição. Foi uma eleição apertada. Eraldo teve 48,29% dos votos.

Em 2016, o Padre venceu a eleição contra o deputado federal Givaldo Carimbão, que era apoiado por Lula. Nessa eleição, o atual prefeito teve 52,83% dos votos, votação bem próxima (proporcionalmente) da de Lula Cabeleira em 2012, que venceu com 51,71%.

No momento, Lula tem a seu favor o desgaste da administração de Eraldo Cordeiro. O atual prefeito tem se esforçado para melhorar a gestão. Se conseguir, pode tentar a reeleição. Do contrário, poderá apontar um terceiro nome.

Mesmo apontado como favorito, Lula Cabeleira terá pela frente vários desafios. A seu favor tem o apoio do governador Renan Filho e importantes líderes locais. O padre tem a “caneta” na mão e a maioria dos vereadores . Não será uma eleição fácil para nenhum dos dois, mas já dá para saber que eles vão estar em lados separados – e de preferência bem longe um do outro.

Saiba mais:

Duplicação da AL-145 em Delmiro Gouveia garante desenvolvimento regional

 

Cláudia Petuba vai explicar aos deputados porque devolveu dinheiro de convênios
     │     20:11  │  4

A informação é do líder do governo na Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado estadual Sílvio Camelo (PV). Depois de sofrer uma “enxurrada” de críticas dos parlamentares alagoanos, que rapidamente se espalharam pelas redes sociais, a secretária de Esporte, Lazer e Juventude do Estado pediu para ser ouvida.

“Conversei hoje com a secretária durante a inauguração da nova sede da Uneal. Ele ligou para o presidente da Assembleia, Marcelo Victor (SD) e pediu para ser ouvida. Ela inclusive já mandou ofício”, aponta.

Cláudia Petuba sofreu duras críticas por ter devolvido R$ 2,5 milhões de recursos federais que deveriam ser aplicados em projeto esportivos. Um destes programas é o Brincando com o Esporte, voltado a crianças e adolescentes de comunidades carentes.

Camelo avalia que Petuba se sairá bem. “Ela é preparada. Pode ter alguma dificuldade por conta de orçamento, mas a gestão dela é boa”, aponta.

O líder do governo adianta que outros secretários também irão ao Legislativo para dar explicações aos deputados sobre questões polêmicas tratadas na Casa. Maurício Quintella (Infraestrutura) vai falar sobre o Canal do Sertão e Rafael Brito (Desenvolvimento Econômico e Turismo) vai tratar da Missão China.

As datas ainda não foram definidas. Camelo antecipa, no entanto, que Rafael Brito deverá conversar com os deputados (“no mesmo estilo da reunião com o presidente da Casal, Clécio Falcão”) numa sala de reunião. Eles farão uma apresentação da atuação de suas pastas e em seguida responderão perguntas dos deputados presentes.

“Este ano vários secretários já estiveram na Assembleia Legislativa participando de diferentes atividades. A orietnação do governador Renan Filho é que nenhum pedido informação fique sem resposta. No final sai todo mundo ganhando. É bom para a sociedade, é bom para o Legislativo e para o governo”, aponta.

Secretária Claudia Petuba pede para ser ouvida na Assembleia Legislativa

“Se há abusos contra o presidente da República e o STF, imagina contra o cidadão comum”.
     │     17:36  │  4

A Câmara dos Deputados aprovou, nessa quarta-feira (14) a lei de abuso de autoridade. A nova legislação coíbe os excessos e prevê a criminalização de condutas de juízes, integrantes do Ministério Público e policiais, entre outras carreiras.

O senador Renan Calheiros (MDB) foi, ao longo dos últimos anos, um dos maiores defensores da lei de abuso de autoridades. Ele ajudou a aprová-la no Senado e cobrava uma posição da Câmara dos Deputados. Ao comentar a aprovação da lei, o senador lembrou que ela “vale do guarda da esquina ao presidente da República”.

Segundo o senador só teme a lei quem abusa: “foi difícil, mas chegamos a reta final”.

Em sua conta no Twitter, Renan Calheiros lembrou que até o presidente da república, Jair Bolsonaro reclamou de ter sido vítima do abuso de autoridade. “Se há abusos contra o presidente da República e o STF, imagina contra o cidadão comum”, argumentou.

“A @camaradeputados aprovou criminalizacão do abuso de autoridade, originária do @STF_oficial. Vale do guarda da esquina ao presidente da República. Só o teme quem abusa. Foi difícil, mas chegamos a reta final”, disse o senador no Twitter.

“Com a lei de abuso de autoridade não haverá mais usurpação de competências das Cortes superiores pela 1ª instância, como ocorreu com @LulaOficial e até com @FlavioBolsonaro. #leideabusodeautoridadesim”, emendou Renan.

“Não sou especialista em @jairbolsonaro, como sabem. Na sua reclamação por ter sido -ele e família- alvo de devassa ilegal da Receita, deduzo que está de saco cheio com o abuso de autoridade. Se há abusos contra o presidente da República e o STF, imagina contra o cidadão comum”, reforçou o senador no Twitter.

Cacau amplia vantagem e seria reeleito prefeito em Marechal Deodoro
   14 de agosto de 2019   │     23:06  │  2

Nomes conhecidos na política devem disputar as eleições de prefeito em Marechal Deodoro, uma das maiores e mais importantes cidades do Estado. Na “briga”, estão o atual prefeito Cláudio Ayres da Costa, Cacau Filho, o ex-prefeito Cristiano Matheus e Junior Dâmaso que ficou em segundo nas eleições de 2016.

O atual prefeito conseguiu ampliar vantagem na comparação com pesquisa anterior divulgada aqui (veja texto abaixo).

Se as eleições fossem hoje o prefeito de Marechal Deodoro, Cacau Filho seria reeleito com boa diferença sobre os adversários. É o que aponta pesquisa Ibrape. O levantamento, realizado nos dias 8 e 9 de agosto com 2 mil eleitores do município, tem margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

O Ibrape perguntou ao leitor em que ele votaria se a eleição fosse hoje. Na questão espontânea, Cacau teve 31,7%, seguido de Cristiano com 11,1% e Dâmaso com 11%. Dos entrevistados, 46,2% não apontaram nenhum nome.

Na questão estimulada, em que os nomes dos prováveis candidatos são apresentados ao eleitor, Cacau teve 46% dos votos. Em segundo, Cristiano teve 22% e Dâmaso ficou com 19%. Indecisos 8% e Brancos e Nulos 5%.

O Ibrape perguntou ao eleitor em quem ele não votaria de jeito nenhum. Cristiano teve rejeição de 25%, seguido de Junior Dâmaso (22%) e Cacau (19%).

A gestão do atual prefeito teve aprovação de 75% dos eleitores e desaprovação de 23%. Não sabe, 2%.

Vale a pena ler de novo

Quem são os favoritos nas eleições de Marechal Deodoro? Veja pesquisa

Veja as tabelas