Category Archives: Sem categoria

Não deixem de ver e ouvir…
   19 de setembro de 2017   │     13:28  │  1

De tudo que vi e ouvi nos 200 anos da nossa terra até agora nada me tocou mais – literalmente – do que a execução do Hino de Alagoas pela Orquestra Sinfônica de Alagoas, no AL TV 2 do dia 16 de setembro.

Sem palavras para descrever.

Mas não posso deixar de agradecer. Pedi e Maria Goretti (diretora de jornalismo da TV Gazeta de Alagoas) disponibilizou o link com a execução do hino na íntegra.

Só me resta recomendar: não deixem de ver, nem de ouvir.

Eis o link:

http://g1.globo.com/al/alagoas/altv-2edicao/videos/t/edicoes/v/orquestra-sinfonica-toca-o-hino-de-alagoas-em-homagem-ao-estado/6156738/

“Vence ou morre!…Mas sempre de pé!”
   17 de setembro de 2017   │     12:59  │  0

Escolhi, não ao acaso, trecho do nosso hino para uma singela homenagem a Alagoas:

“Ide, algemas que o pulso prendias / Desta Pátria, outros pulsos prender! Nestes céus, nas azuis serranias, / Nós, só livres, podemos viver… E se a luta voltar, hão-de os bravos / Ter a imagem da Pátria por fé! Que Alagoas não procria escravos: / Vence ou morre!… Mas sempre de pé!”

Alagoas, nos seus 200 anos, deve se orgulhar das suas belezas, de todo o seu potencial, mas orgulho maior deve ter de seu povo. Feliz de quem essa terra abriga.

Parabéns a todos que escolheram viver aqui.

Marcelo Palmeira “treina” para assumir de vez a prefeitura de Maceió
   15 de setembro de 2017   │     23:28  │  3

Nos últimos dias aumentaram os rumores de que Rui Palmeira tomou gostou pela ideia de disputar, no próximo ano, o governo de Alagoas.

Há quem diga até que ele brincou com os preparativos do seu vice, Marcelo Palmeira, para uma eventual candidatura de deputado estadual no próximo ano.

Rui, segundo uma fonte próxima do prefeito, teria aconselhado Marcelo a esquecer a candidatura e se preparar para assumir a prefeitura no próximo ano.

O “conselho” teria sido dado no último dia 4 quando o prefeito, que tirou férias de 15 dias, passou o cargo para o vice.

Desde então, Marcelo tem cumprido uma agenda intensa, com visita a obras, reuniões e comandado a equipe com desenvoltura.

Marcelo já assumiu antes o cargo de prefeito. Desta vez, no entanto, sua gestão tem sido mais intensa e pode ser um bom “treino” para, quem sabe, assumir a prefeitura no próximo ano.

Seja como for, ele segue mais alinhado do que nunca não só com o prefeito, mas também com todos os auxiliares mais próximos de Rui Palmeira.

No dia da posse como interino – 4 de setembro – Marcelo avisou: “Estou assumindo a prefeitura interinamente pelos próximos 14 dias. Obrigado Rui Palmeira pela confiança. Darei andamento a agenda interna e principalmente a agenda de rua, vistoriando e acompanhando os serviços que estão sendo executados por toda a capital”.

Até agora ele tem se saído bem e ainda vem conseguindo ocupar bom espaço na mídia, além de manter bem a agenda política cheia, com encontros com vereadores, prefeitos, deputados e senadores.

Banco tem R$ 1 bilhão para investir em Alagoas
     │     21:39  │  0

Em temos de vacas magras e de crédito cada vez mais escasso, Alagoas acaba de ganhar um “presente” num momento mais que oportuno – às vésperas do seu aniversário.

Em 2018, Alagoas contará com cerca de R$ 1 bilhão em recursos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE) para apoio a projetos produtivos.

O valor é 50% a mais do inicialmente previsto para o Estado no próximo ano e mesmo percentual de incremento em relação ao que deve ser aplicado este ano.

O anúncio foi feito, essa semana, pelo diretor de Planejamento do Banco do Nordeste, Perpétuo Cajazeiras, em evento promovido pelo BNB em Maceió.

Para anunciar o reforço na linha de crédito, inicialmente estima em R$ 640 milhões, o banco convidou representantes das três esferas governamentais, das entidades do setor produtivo e instituições ligadas à pesquisa e desenvolvimento regional.

“Recebemos a contribuição dos principais parceiros e representantes dos setores produtivos e assim pudemos elaborar uma proposta de aplicação dos recursos mais condizente com a realidade do Estado”, adianta o superintendente do BNB em Alagoas, Wesley Maciel.

Versão oficial

A assessoria do BNB distribuiu texto com a “boa nova”. Leia:

Diretor do BNB anuncia incremento de 50% dos recursos do FNE para Alagoas em 2018

Alagoas contará com cerca de R$ 1 bilhão em recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para apoio a projetos produtivos em 2018 – 50% a mais do inicialmente previsto para o Estado e mesmo percentual de incremento em relação ao que deve ser aplicado este ano. O anúncio foi feito no último dia 13 pelo diretor de Planejamento do Banco do Nordeste, Perpétuo Cajazeiras, em evento promovido pelo Banco na sede do Sindicato do Comércio Atacadista de Alagoas (Sincadeal), reunindo representantes das três esferas governamentais, das principais entidades de classe e instituições ligadas à pesquisa e desenvolvimento regional.

O evento discutiu a alocação destes recursos entre os principais setores da economia e contou com apresentações das Secretarias Estaduais de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, e de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, sobre as perspectivas de investimentos no Estado para os diversos segmentos do comércio, serviço, indústria, agricultura, pecuária, agroindústria, entre outros.

Para o superintendente estadual do BNB em Alagoas, Wesley Maciel, o evento foi importante por permitir a construção, de forma colaborativa, do orçamento do FNE para 2018. “Recebemos a contribuição dos principais parceiros e representantes dos setores produtivos e assim pudemos elaborar uma proposta de aplicação dos recursos mais condizente com a realidade do Estado. Todos os segmentos e portes empresariais foram contemplados, mas percebemos uma aposta do Governo e entidades de classe na pecuária, agroindústria e no turismo para o próximo ano”, ressaltou.

O Diretor de Negócios do BNB, Antônio Rosendo, também participou do evento e reforçou que está otimista quanto a recuperação da economia e superação da crise e que, havendo demanda da economia e bons projetos produtivos no Estado, o Banco vai apoiar.

Cerca de 24 instituições se fizeram representadas, entre elas o Ministério da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Companhia Nacional de Abastecimento, Secretarias Estaduais, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas, Federação da Agricultura do Estado de Alagoas, Federação do Comércio do Estado de Alagoas, Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias, Sebrae, Junta Comercial do Estado de Alagoas, Clube de Dirigentes Lojistas de Maceió, Movimento Alagoas Competitiva, entre outras.

O Banco do Nordeste é o gestor do FNE e a programação orçamentária acontece em todos os estados de sua área de atuação, em conformidade com as diretrizes e orientações gerais do Ministério da Integração Nacional e do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Condel/Sudene), com as prioridades dos governos estaduais e de instituições representativas de classe.

A programação leva em conta ainda preceitos legais de alocação mínima de recursos no Semiárido e de acordo com o porte do cliente, garantindo crédito para as regiões menos favorecidas e para os mini e pequenos empresários e produtores rurais. A proposta inicial de programação da aplicação dos recursos do FNE para o ano de 2018 será ainda submetida à apreciação do Conselho Deliberativo da Sudene (Condel).

O “enterro” do distritão: PRTB continua no jogo; deputados devem mudar de partido
   5 de setembro de 2017   │     19:21  │  1

O presidente do PRTB em Alagoas anda rindo à toa com a “morte” do distritão. Adeilson Bezerra está convencido de que a mudança na legislação eleitoral – ao menos esta – não passa mais no Congresso Nacional a tempo de valer para as próximas eleições.

“O distritão já era”, comemora.

Bezerra não faz festa por acaso. Mantidas as regras atuais, com a disputa por coligação, o PRTB deve chegar a 2018 falando grosso. O partido articula uma chapa de federal com 15 nomes e outra de estadual com mais de 20 nomes:”Vamos ter uma reunião no dia 15 e nesta data anunciaremos novos nomes. Com o fim do distritão ganhamos novo impulso”.

Manutenção da regra provoca mudanças em vários partidos

Mantido sistema atual, vários candidatos terão que refazer as contas para 2018, em busca de coligações mais “amigáveis”. O jogo com um distritão, onde se elegem os mais votados, é um. Com as coligações, outro bem diferente.

A maior debandada pode ocorrer entre os atuais 11 deputados estaduais do PMDB de Alagoas. Pelo menos cinco parlamentares já insinuam que vão trocar de legenda. Entre os nomes que aparecem na lista das especulações estão Ronaldo Medeiros, Marquinhos Madeira, Davi Davino Jr e Galba Novais

Outros deputados já anunciaram que vão trocar de legenda, assim que a janela for aberta, em março do ano que vem. Entre eles, Inácio Loiola, que deve deixar o PSB e se filiar ao PDT e Tarcizo Freite, hoje no PP, que também pode ir para o PDT.

Quem também deve mudar de partido é o ex-deputado Judson Cabral, que continua filiado ao PT. Tudo indica que ele se filiará ao PDT.