Category Archives: Sem categoria

Sérgio Moro “está desmascarado” no Brasil e no mundo
   1 de março de 2021   │     19:44  │  3

“In Brazil, Judge Sergio Moro and prosecutors perverted the institutional advances of Operation Car Wash by transforming a simple temporary task force into an entity above the law”. O trecho de artigo publicado em dos mais respeitados veículos de comunicação do mundo, o The New York Times, foi usado como exemplo por um dos mais ferrenhos críticos de Sérgio Moro.

O ex-juiz está “desmascarado” aqui e lá fora na opinião do líder da maioria no Senado, o senador Renan Calheiros (MDB-AL), que também foi o alvo número dois da Lava Jato.

Entre as principais acusações contra a operação, que interferiu nos rumos da política nacional, ao determinar a prisão do ex-presidente Lula, está a produção de provas e ação combinada entre Justiça e Ministério Público;

“A ‘lava jato’ incorporou perversões ao longo dos mais de seis anos de existência. Entre as mais graves estão a transgressão contumaz e o vitimismo, cuja paranoia extrema delirava com o cosmo conspirando diuturnamente contra Curitiba. Os êxitos da operação não apagam as arbitrariedades, a violência contra o Estado de Direito, a ordem jurídica e a afronta à própria democracia. A operação começou a morrer quando Sergio Moro aceitou ser ministro da Justiça”, diz Renan em artigo assinado para o Conjur.

Sobre o artigo no The New York Times, o senador diz que o jornal descreve Moro “como quem corrompeu nosso sistema judicial”.

Renan também faz referência a outro artigo internacional: “O The Economist afirma que ele violou o Estado de Direito. E agora ele trabalha dando consultoria para socorrer grandes empresas quebradas por Moro & Cia.”

 

Sérgio Moro está desmascarado. Aqui e lá fora. O The New York Times o descreve como quem corrompeu nosso sistema judicial. O The Economist afirma que ele violou o Estado de Direito. E agora ele trabalha dando consultoria para socorrer grandes empresas quebradas por Moro & Cia.

In Brazil, Judge Sergio Moro and prosecutors perverted the institutional advances of Operation Car Wash by transforming a simple temporary task force into an entity above the law, @Gaspard_Estrada writes. https://nyti.ms/3aZVPjo

Leia aqui o artigo de Renan Calheiros: O absolutismo monárquico do “Estado sou eu” da “lava jato” não deixou saudades

 

AL “não pode” comprar vacinas através do Consórcio NE, diz deputado
   27 de fevereiro de 2021   │     21:17  │  0

Informei aqui. E reafirmo. Alagoas deve comprar vacinas contra o novo coronavírus se houver disponibilidade no mercado. A aquisição caminha para ser feita através do Consórcio Nordeste, que negocia com o Instituto Gamaleya milhões de doses da russa Sputinik V.

Ao saber da informação, o deputado estadual Davi Maia (DEM) foi ao Twitter sugerir que a compra seja feita diretamente aos laboratórios.

“O Governo de Alagoas quer comprar vacinas através do Consórcio Nordeste. Quero lembrar que essa quadrilha já deu um desfalque de 5 milhões ao Estado e aqui os respiradores nunca chegaram”, tuitou Maia.

O deputado também “lembrou” o governador e Renan Filho o secretário de Saúde, Alexandre Ayres, que existe um acórdão do TCE – AL “que veda qualquer transferência de recursos pra os larápios do Consórcio Nordeste! Sugiro que o Governo de Alagoas faça uma compra direta aos laboratórios.”

Consórcio

O caso a que se refere Maia (respiradores) é alvo de investigação policial e judicial. O Consórcio teria sido vítima de uma fraude. Mas o processo segue em investigação e apenas parte do recurso destinado por Alagoas para a compra de respiradores foi devolvido.

Apesar disso, o consórcio continua atuando e, ao que tudo indica, fará sim a compra de vacinas para os Estados da região. Alagoas negocia, inicialmente, a compra de até 600 mil doses, que seria suficientes para vacinar 10% da sua população.

Vale a pena ler de novo: 

Alagoas vai comprar vacinas russas contra a Covid-19

Alagoas vai comprar vacinas russas contra a Covid-19

O inusitado pedido de um ex-vereador para o prefeito JHC
   26 de fevereiro de 2021   │     22:51  │  3

Quem já passou algum “aperto” na rua sabe do que Lobão está falando. Ex-vereador de Maceió (ele não conseguiu a reeleição), Anivaldo Luiz da Silva passou os últimos quatro anos cuidado de questões que normalmente não preocupam outros parlamentares.

A organização de barracas para camelôs ou construção de espaços para dar o mínimo de conforto a quem trabalha ou vive nas ruas foi uma marca de Lobão.

Um dos equipamentos construídos pelo ex-parlamentar foi o banheiro público na praça do Montepio, no Centro de Maceió.

Essa semana, Lobão foi até o local e fez um apelo inusitado ao prefeito JHC. Em síntese, diz que sem o salário que recebia como vereador, não tem mais como manter o equipamento aberto. E pediu que a prefeitura ajude a reabrir o banheiro. E não só esse.

“Muita gente precisa desse equipamento. Fazendo uso da Lei Municipal 6.430/15, peço a Prefeitura de Maceió que abra outros banheiros em várias partes da cidade, tais como: Praça da Faculdade, Feirinha do Tabuleiro, Feirinha do Jacintinho, em Jaraguá, no Mercado da Produção, e outras localidades.”, destacou Lobão.

O pedido do ex-vereador baseia-se no cumprimento da Lei Municipal 6.430/15, que determina a criação de áreas destinadas à instalação de banheiros públicos permanentes em praças, parques municipais, estações ferroviárias, bem como próximo aos pontos de relevante interesse turístico.

Durante os 4 anos que esteve como vereador, Lobão manteve por conta própria cinco equipamentos sanitários e uma Casa de Apoio ao custo fixo mensal de R$ 8.900 do próprio salário.

O prefeito, ao tomar conhecimento da situação ,certamente vai mandar reabrir o banheiro. Melhor do que deixá-lo fechado. E nesse caso, provavelmente transformado em um problema maior, como ponto de proliferação de doenças.

Agora é com JHC e sua equipe.

Veja aqui o vídeo de Lobão

Tereza Nelma supera mais uma vez: é a nova coordenadora da bancada de AL
   24 de fevereiro de 2021   │     15:51  │  0

na Câmara dos Deputados ou Pela primeira vez uma mulher assume a coordenação da bancada federal de Alagoas. A deputada federal Tereza Nelma (PSDB), foi escolhida nesta quarta-feira (24) para a função por aclamação.

É mais um exemplo de superação. E a foto, que acompanha o texto de sua assessoria, junto com o comunicado, “fala” muito mais do que o “gesto” dos deputados e senadores do Estado.

Tereza, sem cabelos, é mais um exemplo de superação. A luta contra o câncer nunca interrompeu sua atuação parlamentar – seja como vereadora ou deputada.

Mantendo suas posições, no partido, em Alagoas ou na Câmara dos Deputados, Tereza tem superado até mesmo as pequenas diferenças políticas ou ideológicas e vai conquistando pelo exemplo.

O deputado federal Marx Beltrão (PSD), que passou o “bastão” para Tereza, traduz esse sentimento: “É uma parlamentar atuante, que está fazendo um excelente mandato, sendo uma defensora de Alagoas, orgulhando a nossa bancada”, disse Marx.

A deputada federal Tereza Nelma (PSDB) foi escolhida por aclamação para coordenar a Bancada Federal alagoana, nesta terça-feira (24), em Brasília.

Versão oficial

Veja texto da assessoria:

Por unanimidade, deputada Tereza Nelma é eleita para coordenar a Bancada Federal de Alagoas

Tereza Nelma é a primeira mulher a ocupar essa função. Seu antecessor, deputado federal, Marx Beltrão, parabenizou a nova coordenadora e fez elogios a atuação da deputada quando também ressaltou o trabalho realizado durante os últimos dois anos, com muitas ações e lutas em defesa do Estado. “Sinto-me honrado e contente de repassar o cargo para uma deputada que dará continuidade, ela que sempre foi uma combatente por Alagoas. É uma parlamentar atuante, que está fazendo um excelente mandato, sendo uma defensora de Alagoas, orgulhando a nossa bancada”, disse Marx.

“Além de tudo, ela será a primeira mulher a exercer a função de comandar a Bancada Federal e certamente a deputada terá uma excelente atuação”, acrescentou o parlamentar.

A deputada Tereza Nelma destacou que o desafio é de fortalecer ainda mais o Estado e a Bancada de Alagoas. Disse que irá atuar para atender aos interesses do povo alagoano. “Vamos trabalhar para fortalecer a bancada alagoana, buscando os pleitos junto aos governos estadual e federal. Somos 12 parlamentares, que representam mais de três milhões de alagoanos, e todos estão atuando na busca por melhorias para o nosso povo. Queremos fortalecer o nosso Estado e gerar mais desenvolvimento sócioeconômico”, ressaltou a deputada.

Função

Coordenar a bancada requer que o parlamentar atue de forma estratégica, porque é o colegiado quem media os interesses dos deputados e senadores com o governo do Estado, além de mediar também os pleitos juntos ao Governo Federal. No total, a Bancada terá, em 2021, o valor de R$ 241.460.468,00 para indicação de emendas.

PSDB e PSD “cedem” prefeitos para o MDB em Alagoas: “tudo combinado”
   22 de fevereiro de 2021   │     22:21  │  0

Pela terceira vez este mês o governador Renan Filho (MDB) promoveu ato de filiação de prefeitos ao seu partido. Quem abriu a fila, no dia 3, foi Júlio Cezar, de Palmeira dos Índios, que era filiado ao PSB. Na sequência, no dia 8, Jaime do Mercado, de Palestina (ex-Republicanos) e Will Valença, de Tanque d’Arca (ex-PSD) também embarcara na legenda.

Em novo ato realizado na sede do MDB, em Maceió, três prefeitos assinaram a ficha de filiação ao partido nesta segunda-feira (22): Valmiro Gomes, de Poço das Trincheiras (ex-PSDB), Jorge Galvão, de Jundiá e Leopoldina Amorim, de Marimbondo.

Ao mesmo tempo que fortalece seu partido, o governador “desidrata” outras legendas – inclusive de aliados. PSB e PSDB, que fazem oposição a Renan Filho, já perderam metade dos prefeitos que elegeram em Alagoas em 2020. Não é muito numericamente, mas tem um simbolismo muito forte. Cada um dos partidos elegeu prefeitos e agora tem apenas um.

O PSD do deputado federal Marx Beltrão, aliado do governador, também “cedeu” prefeitos. Dos quatro eleitos em 2020, três já foram para o MDB.

A “atração” de prefeitos para o MDB tem sido estimulada pela força do Estado no momento. O governo tem em caixa recursos para fazer investimentos e, pelo que disse o governador, hoje, a “capilaridade” do partido ajuda o governo.

“Pessoal, hoje participei da filiação dos novos prefeitos ao MDB. Eles fazem o trabalho do Governo de Alagoas de forma mais ativa nos municípios alagoanos. Uma observação importante é que a capilaridade do partido ajuda, sem dúvida, o Governo. Deixo aqui meus abraços aos prefeitos de Jundiá, Jorge Galvão; de Maribondo, Leopoldina Amorim; de Poço das Trincheiras, Valmiro Gomes, reafirmo com certeza que vamos trabalhar ainda mais pelos alagoanos”, disse Renan Filho nas redes sociais.

Quadro

Com as filiações, o MDB, que elegeu 38 prefeitos em novembro passado, tem agora 44. O PP segue com 28 e o PTB com 12 este ano. O PSD tinha 4, ficou com 1. PSC, PL mantém três, cada um. Republicanos tinha 3 e ficou com 2. O PSB tinha 2 ficou com 1, mesma situação do PSDB. DEM continua com 2. PT, Cidadania e Podemos mantém 1, cada.

Aliados

O presidente da AMA, Hugo Wanderley (MDB), tem sido presença certa em todos os atos de filiação realizados pelo governador Renan Filho. Mas nesta quarta-feira, quem também participou foi o deputado estadual Ronaldo Medeiros (MDB). Ele foi para dar, principalmente, as boas-vindas ao seu aliado Valmiro: “Pessoal, nesta segunda (22), ocorreu a filiação dos novos prefeitos ao partido MDB. Em especial, acompanhei o amigo e prefeito Valmiro, da querida cidade de Poço das Trincheiras. Desejo boas-vindas a todos! Vamos continuar avançando!”, diz Medeiros.

Mas nem todos tem a mesma reação de Medeiros ou Beltrão. A mudança de partido, repito, não é tão simples como parece. A movimentação do governador desagrada alguns aliados e adversários – especialmente se o não houver uma boa articulação antes do ato de assinatura da ficha partidária. Mas essa é outra história.

Ronaldo Medeiros participa da filiação de novos prefeitos ao lado de Renan Filho e Hugo Wanderley