Category Archives: Sem categoria

Ex-governador se filia ao MDB e pode disputar eleição
   8 de abril de 2018   │     0:09  │  3

O último dia de filiações partidárias para quem vai disputar as eleições deste ano não foi marcado por grandes surpresas.

Na bancada federal, a única mudança foi a de Rosinha da Adefal, que saiu do Avante para o PTB e Carimbão, que saiu do PHS para o Avante. A filiação de Marx Beltrão ao PSD não foi confirmada até a noite deste sábado. Durante todo o dia ele deu sinais que permaneceria no MDB.

Na Assembleia Legislativa de Alagoas, houve menos mudanças do que o esperado.

De casa Nova, por enquanto, apenas os deputados estaduais Davi Davino Filho (que saiu do MDB para o PP), Gilvan Barros Filho (do PSDB para o PSD), Sérgio Toledo (do PSC para o PR), Severino Pessoa (do PSC para o PRB) e, informação ainda não confirmada, a saída de Thaise Guedes, do MDB para o PTB ou PP.

Uma das novidades deste sábado, 7, foi a filiação do ex-governador Manoel Gomes de Barros, o Manto, que tem forte liderança na região da Mata ao MDB. Ele anunciou a filiação ao lado do filho dele, ex-deputado Nelito Gomes de Barros, e do senador Renan Calheiros.

Com a filiação, Mano fica apto a disputar a eleição, provavelmente para uma vaga proporcional, pelo MDB. Essa é a expectativa, mas segundo dirigentes do partido essa definição será tomada até as convenções, que acontecem em julho.

A pedido de Alckmin, Vilela decide ficar no “ninho” tucano
   7 de abril de 2018   │     16:19  │  0

Depois de analisar convites de vários partidos, o deputado federal Pedro Vilela ficar onde está: filiado ao PSDB.

Vilela estava literalmente com os dois pés dentro do Podemos. Foi convidado a assumir a presidência do partido em Alagoas e teve uma longa conversa com o candidato a presidente do partido, Álvaro Dias.

Mas foi outro presidenciável que o demoveu da saída do PSDB. “O governador Geraldo Alckmin fez um apelo e eu decidi continuar no partido. Também pesou a favor o fato de que eu construí um grande relacionamento dentro do partido ao qual sempre fui filiado”, pondera.

Pedro trabalha agora, junto com Rui Palmeira e Téo Vilela, para convencer o deputado estadual Rodrigo Cunha a disputar o governo. Cunha também pode sair para deputado federal.

Mas seja qual for a decisão, o compromisso é que as coligações proporcionais sejam discutidas com os candidatos: “existe o compromisso de que seremos ouvidos na montagem de chapas, sempre com o objetivo de buscar o melhor resultado para o PSDB”, diz.

Novo comando

Com a permanência de Pedro Vilela no Podemos, quem assumiu a presidência do partido em Alagoas foi o ex-secretário Álvaro Vasconcelos, que é pré-candidato a deputado federal. Ao que se sabe, ele deve cumprir recomendação de buscar palanque próprio para Álvaro Dias em Alagoas, o que exclui, de cara, uma coligação com o grupo do governador Renan Filho.

Surpresa no governo: Fábio Farias sai e Petuba fica
   6 de abril de 2018   │     12:16  │  0

Era uma escolha previsível, embora inesperada. O secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, será exonerado em edição extra do Diário Oficial que vai circular hoje a tarde.

Ele se  desincompatibiliza do cargo para ficar à disposição do MDB. “Estou á disposição do governador Renan Filho, mas em princípio não sou candidato a nada”, ponder Farias.

Farias é suplente do senador Renan Calheiros e pode ir á reeleição. Ele também é um dos nomes mais prováveis para a vaga de vice governador, caso Luciano Barbosa não vá para a reeleição.

Farias explica que a desincompatibilização foi decidida hoje pela manhã durante reunião com o governador Renan Filho. “Ele achou melhor que eu me desincompatibilizasse, para que o MDB possa me convocar para alguma missão, se necessário”, aponta.

Já a secretária de Esportes que sairia para disputar vaga de deputada estadual decidiu ficar, explica Farias: “ela conversou com o governador e avaliou que não era o melhor momento. Quem vai representar o PCdoB na eleição será o professor Jairo Campos”, aponta.

Começa a reforma administrativa: Renan Filho nomeia novo secretário
   5 de abril de 2018   │     16:53  │  0

A reforma administrativa no governo de Renan Filho começou nessa quarta-feira, 4. A primeira mudança na equipe do governo, em função das eleições, saiu no Diário Oficial do Estado. Régis Cavalcante exonerado da Ciência e Tecnologia. No seu luga foi nomeado o professor e ex-reitor da Universidade Federal de Alagoas, Rogério Pinheiro que era o secretário Executivo da Pasta. A mudança foi combinada e dentro da cota do PPS.

As mudanças no governo, segundo o secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, serão pontuais. “A princípio serão realizadas apenas as substituições que já estavam previstas”, aponta. Ele próprio deve continuar no cargo, afastando especulações de que iria se desincompatibilizar para disputar as eleições deste ano.

A mini reforma deve incluir ao menos mais duas secretarias e dois órgãos do segundo escalão. Na Secretaria de Esportes Cláudia Petuba sai e em seu lugar deve assumir um nome do PCdoB.

Na Educação, se não houver nenhuma novidade política, a solução deve ser técnica. Quem deve assumir a Pasta no lugar de Luciano Barbosa, assim como aconteceu na Ciência e Tecnologia é a secretária Executiva, Laura Souza. Uma “mudança” no comando na Secretaria só ocorrerá se for para ampliar a base do governo de Renan Filho.

No segundo escalão estão confirmadas, entre outras, a saída de Judson Cabral da presidência do Serveal e de Luiz Pedro da presidente do Inmeq-AL. Ambos vão disputar vaga de deputado estadual.

Já Régis Cavalcante deve disputar vaga de deputado federal, enquanto Luciano Barbosa pode disputar a reeleição como vice-governador. Cláudia Petuba deve ir para estadual, mas existe possibilidade de ser candidata a federal.

PDT anuncia filiação de Judson Cabral e Marcelo Tadeu
   1 de abril de 2018   │     15:30  │  1

Depois da filiação do deputado estadual Inácio Loiola, que saiu do PSB para o PDT, o partido vai ganhar novos reforços em Alagoas, visando a disputa por vagas na Assembleia Legislativa do estado.

O presidente estadual do PDT, Ricardo Lessa, está cuidando dos últimos preparativos para o ato de filiação de dois nomes considerados fortes para a eleição de outubro.

O primeiro é o de Judson Cabral, ex-deputado estadual pelo PT e que agora vai tentar retornar a ALE pelo PDT.

Atualmente, Judson é presidente do Serveal (Serviço de Engenharia de Alagoas) e vai se desincompatibilizar do cargo na próxima semana.

O segundo reforço é o do juiz Marcelo Tadeu que deixa o Judiciário para tentar carreira em outro Poder, o Legislativo.

O ato será nesta segunda-feira. Previsto para iniciar às 10h, na sede do Partido em Maceió, o evento contará com a presença do deputado federal Ronaldo Lessa e outras lideranças pedetistas.