Cristiano deixa governo para fazer pré-campanha em Marechal: “pedi para sair”
   8 de fevereiro de 2024   │     20:37  │  0

Ex-deputado federal, ex-prefeito de Marechal Deodoro por duas vezes, Cristiano Matheus foi exonerado do cargo que ocupada na estrutura do governo de Alagoas nesta quinta-feira (8/1).

“Conversei com o governador Paulo Dantas e pedi para sair. Vou me dedicar à pré-campanha em Marechal Deodoro”, aponta.

Cristiano é pré-candidato a prefeito e segue filiado o MDB, mas reconhece que existe um ‘imbróglio’ que pode lhe tirar a legenda na disputa deste ano no município.

“Estou há 18 anos no MDB. Fui deputado federal e duas vezes prefeito pelo partido, além disso existia acordo feito comigo, o ex-governador Renan Filho e o ex-secretário de Saúde, Alexandre Ayres, de que eu liberaria a legenda do MDB em 2020, mas se fosse candidato em outro momento o partido ficaria comigo. Até agora, espero a direção do partido decidir com quem fica o MDB em Marechal”, diz Matheus.

Plano B

Matheus não esconde de ninguém que espera pelo MDB, mas também revela que será candidato mesmo que a legenda lhe seja negada. É provável – embora não revele – que a essa altura, faltando menos de dois meses para o prazo de filiação partidária, tenha um ‘plano B’.

Dentro do grupo do governo, Cristiano é mais próximo, atualmente, do presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor (MDB). Antes de entregar o cargo no governo, ele esteve com MV e recebeu a sinalização de que terá seu apoio na disputa pela prefeitura de Marechal Deodoro.

Cargo

Cristiano Matheus era assessor especial da Secretaria de Estado da Agricultura, desde março de 2023. A exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado.