Do PP, PL e Republicanos: prefeitos vão “embarcar” no MDB de AL
   23 de janeiro de 2023   │     8:11  │  0

De oito a doze dos 102 prefeitos de Alagoas vão desembarcar de legendas  como PP, PL, Podemos e Republicanos nos próximos dias.

O “embarque” no MDB já foi definido com o governador Paulo Dantas (MDB) e o presidente do partido em Alagoas, senador Renan Calheiros.

O “movimento” é mais do que esperado e será reflexo do realinhamento das forcas políticas em Alagoas, a partir das eleições de 2022.

Antes da  “nova formação”, até o início de 2022, Paulo Dantas e Arthur Lira (PP) tinham alianças comuns na base proporcional (estadual e federal) em vários municípios, principalmente no sertão do Estado.

Nas eleições do ano passado, muitos dos prefeitos que fazem parte da base de estadual de Paulo Dantas votaram nele para o governo, em Carla Dantas para estadual e Arthur Lira para federal. É o vaso de Vera Dantas, em Igreja Nova e de Floriano Melo, em Jacaré dos Homens. O voto foi mantido na base de que “compromisso é para ser cumprido”.

A permanência de aliados do governador no PP, no entanto, perdeu sentido no cenário atual. Com o acirramento da campanha eleitoral em 2022, a separação entre os grupos que se viu na majoritária tende a ser verticalizada para as proporcionais.

O embarque dos prefeitos no MDB foi ajustado após o realinhamento de bases – incluindo a segunda força em alguns municípios.

Entre os prefeitos que devem ir para o MDB estão Lucila Toledo (Podemos), de Cajueiro; Josimar Dionísio, o Jó (PL) de Olivença; Theobaldo Cintra (PP), de Major Isidor. Outros prefeitos do PP, pelo menos dois do Republicanos (um no sertão e outro no agreste) e de mais dois partidos também já confirmaram a migração para o MDB. Os nomes serão anunciados no ato de filiação.

Expansão

O MDB elegeu 38 prefeitos em 2020 no Estado. O partido ganhou adesões ao longo de 2021 e 2022, a exemplo de Renato Filho (Pilar) e Júlio César (Palmeira dos Índios).

O PP elegeu 28 prefeitos em Alagoas em  2020 e também ganhou adesões, a exemplo de Flávio Lira, Feira Grande.

O MDB tem hoje de 45 a 48 prefeitos e o PP teria de 33 a  35.

Com as filiações, o MDB deve chegar próximo de 60 dos 102 prefeitos de Alagoas.

Eleições

Veja qual foi o cenário partidário após as eleições de 2020 em Alagoas

MDB: elegeu 38 prefeitos

PP: elegeu 28 prefeitos

PTB:  elegeu 12 prefeitos

PSD: elegeu 4 prefeitos

PSC e PL: elegeram 3 prefeitos

Republicanos: elegeu 3 prefeitos

PSB PSDB: elegeram 2 prefeitos

DEM: elegeu 2 prefeitos

PTCidadania e Podemos: elegeram um prefeito cada um

Em 2020, MDB elegeu 38 prefeitos e o PP 28. O PTB elegeu 12 prefeitos, que migraram para o Republicanos,  terceiro maior partido no ranking das prefeituras.

Na lista da AMA (veja aqui) os prefeitos do Republicanos ainda aparem filiados ao PTB, mas mudaram de partido durante o processo eleitoral de 2022. 

O mesmo acontece com os prefeitos eleitos por outros partidos. A lista da AMA mantém as informações partidárias de 2020.

Veja aqui a lista de prefeitos de Alagoas por município: