Procon “bonzinho”: em Alagoas, gasolina só cai preço depois de 40 dias da redução na refinaria
   4 de dezembro de 2023   │     15:43  │  0

A Petrobras baixou o preço da gasolina nas refinarias no dia 21 de outubro deste ano. A queda foi de 4,1%, o equivalente a 12 centavos.

Em Alagoas, a queda de preços só começou a chegar até os consumidores na semana passada, 40 dias depois a redução dos valores anunciados pela Petrobras.

A demora nesses casos, quando é para repassar uma redução para o consumidor, é comum em Alagoas, ao contrário da “pressa” verificada quando a Petrobras anuncia aumento dos combustíveis. Neste caso, o aumento normalmente é repassado em menos de 24 horas.

Queda

Em Maceió, alguns postos passaram a vender a gasolina na semana passada a R$ 5,65 o litro, ante valor de R$ 5,75 da semana anterior. O consumidor deve ficar atento. Vários postos ainda não reduziram os preços.
Me média os preços da gasolina cairam 1,21% (de 5,79 para 5,72) em Alagoas em uma semana. Redução do etanol hidratado ( R$ 4,14 para R$ 4,06) foi de 1,93%, segundo pesquida da ANP.

Em algumas regiões do interior, a queda foi ainda maior. Em São Miguel dos Campos, a gasolina estava sendo vendida a R$ 5,39 por litro em três postos que ficam às margens da BR 101.

O etanol também está mais barato. O valor médio do combustível no Estado é R$ 4,06, mas tanto em Maceió quanto em São Miguel dos Campos tem postos vendendo a R$ 3,89.

A queda de preços nos postos de Alagoas é tardia e reflete a falta de fiscalização de órgãos como o Procon. Com a falta de atuação do Procon, tanto estadual como municipal, o consumidor deve redobrar a atenção e pesquisar.

Veja a análise no vídeo: