Segunda maior tendência nacional do PT chega a AL e pode se tornar a maior no Estado
   29 de novembro de 2023   │     13:52  │  0

O Partido dos Trabalhadores é, na prática, uma federação de tendências políticas de esquerda, com espaço para desde grupos mais radicais a ‘moderados’.

A maior tendência política interna do PT nacional é a Construindo Um Novo Brasil. Nela está ninguém menos, do que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No cenário local, a CNB também é a maior tendência petista. Nela estão nomes conhecidos, como o presidente do diretório estadual, Ricardo Barbosa, e o deputado federal Paulão.

Alagoas, no entanto, é um dos poucos Estados do país onde a segunda maior tendência nacional do PT, a Resistência Socialista, não estava organizada. Não estava. A Resistência “chega” ao Estado e com força.

Sob coordenação do deputado estadual Ronaldo Medeiros, a tendência está sendo organizada no Estado para disputar espaço, não só coma a CNB, mas com todas as outras tendências do PT. Isto porque o partido tem uma democracia interna. Os diretórios – estadual ou municipais – refletem, na base do voto, o conjunto de suas tendências.

Medeiros não esconde de ninguém que vai lutar para ocupar espaço no cenário estadual com a Resistência Socialista.

“Formamos um grupo forte e vamos trabalhar sua ampliação”, adianta.

O lançamento oficial da Resistência Socialista em Alagoas será no próximo dia 3 de dezembro, às 8h (veja convite abaixo), no Centro de Inovação de Jaraguá.

Nacionalmente, a Resistência tem nomes como Eduardo Suplicy, Paulo Teixeira ou Jean Paul Prates. Para o evento, de lançamento em Alagoas, estão confirmadas presenças, entre outras, da deputada federal Dandara Tonantzin (PT/MG) e do deputado federal João Daniel (PT-SE).

Alagoas tem outras tendências organizadas do PT, a exemplo da DS (Democracia Socialista), O Trabalho e EPS.

“Alagoas não tinha a Resistência Socialista. A gente apoia o Lula, mas internamente, a gente disputa espaço com a CNB e outras tendências”, aponta Medeiros.